O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

26
Nov 08

Talvez alguns se recordem do valor que uma vírgula teve no parecer de um Douto jurisconsulto português: cerca de 50.000,00€. Na altura, bastou o dito jurista alterar a posição de uma vírgula nas conclusões do seu parecer, para que a opinião nele defendida se alterasse radicalmente.

Por essa razão, quase duas décadas depois desse acontecimento, deixo-vos alguns bons exemplos da importância de uma vírgula:
A Vírgula pode ser uma pausa... ou não:
Não, espere.
Não espere.
Ela pode fazer desaparecer o dinheiro:
23,4.
2,34.
Pode ser autoritária:
Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.
Pode criar heróis:
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.
E vilões:
Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.
Pode ser a solução:
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.
Pode mudar uma opinião:
Não queremos saber.
Não, queremos saber.
 
Na verdade, uma simples e tímida vírgula, muda tudo. Outro exemplo, para pensar:
SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.
  • Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de “MULHER”.
  • Se você for homem, colocou a vírgula depois de “TEM”.
  •  

Mr. Hellmanns às 17:30

3 comentários:
Vou começar a dar mais atenção às vírgulas!
Recordo-me bem do exemplo e se a memória não me falha, o parecer era para a C.M.Lisboa, certo?!
José da Boa Fé a 26 de Novembro de 2008 às 18:00

Caro José, tem toda a razão. É a esse "episódio" que me refiro no texto.
Um abraço.
Mr. Hellmanns a 28 de Novembro de 2008 às 16:53

Se eu tivesse lido este post do "Viajar", teria evitado certas gafes. Se eu tivesse lido, este post do "Viajar" teria evitado certas gafes.
Mostrada a 8 de Dezembro de 2008 às 21:07

Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
13
14
15

16
20
22

23
29

30


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO