O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

07
Mar 10

...ou um filme que parece impossível mas que nos leva à possibilidade de vermos uma das melhores coisas feitas nos últimos tempos! Refiro-me a "Alice no País das Maravilhas" de Tim Burton.

Hoje Ms. Brown foi ver essa obra-prima do cinema e saíu da sala maravilhada! A genialidade de Tim Burton, os actores fantásticos, transpõem de forma fidedigna para o ecrã as personagens idealizadas por Lewis Carrol nos seus livros "Alice no País das Maravilhas" e "Alice para lá do espelho".

O filme é divinal...desde a banda sonora ao guarda-roupa, ao cenário, às personagens tão bem representadas pelos actores, à caracterização, ao argumento...

É impossível ficar indiferente a este filme! E mais impossível o é quando, para Ms. Brown foi o 1º contacto com o 3D no cinema... parece tudo tão real. Por momentos senti-me transposta para o ecrã como se também tivesse caído na toca de um coelho branco preocupado com as horas e me tivesse encontrado com a lagarta azul, com os gémeos Tweedlle, com a rata Miley, com a lebre psicótica, com o gato sorridente, com o Chapeleiro Louco, com a Rainha de Copas, com o Valete, com a Rainha Branca...

Sem dúvida, é dos melhores filmes dos últimos tempos. Tim Burton rodeia-se dos melhores actores que compreendem a sua loucura e que a transmitem através da sua interpretação. As Rainhas estão soberbas... o Chapeleiro, representado por Johny Depp, magnífico e a própria Alice (uma desconhecida para mim) está muito bem na interpretação do papel.O argumento está muito bem conseguido e quase se poderia dizer que era um 3º livro de Lewis Carrol aquele que está a ser representado no ecrã.

Tim Burton mantém o nível dos seus filmes no mais alto patamar... depois de Beetlejuice, Eduardo Mãos de Tesoura, A noiva cadáver, Conto de Natal, A Fábrica de Chocolate e outros, Alice é sem dúvida um filme "Burtoniano", tem todos os ingredientes para o ser: personagens loucas; excelente guarda-roupa; banda-sonora do melhor...

Depois de ver este filme só me apetece fazer a dança final do Chapeleiro Louco, a "Fudderwupping dance" porque o Dia da Dita sem dúvida chegou com a visualização deste estupendo filme!

Por fim, como filosofia do filme deixo-vos o seguinte "segredo": quando pensarem que estão a enlouquecer lembrem-se que também as pessoas boas são loucas...

Bom filme!

 

Ms. Brown às 00:47

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11

14
20

21
22
23
25
27

28
29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO