O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

21
Out 09

No tempo em que andar de parra era cool, Caim foi o primogénito do casal que desceu do Éden ao trincar a maçã. Lavrador de profissão, ganhou a companhia de Abel, o irmão pastor que desde cedo foi o preferido de Deus. Num ápice, estava criada a primeira família disfuncional e o fundamento para a mais recente polémica nacional. É natural que, numa altura cinzenta em que ninguém nos governa e pouco há a dizer em termos de futebol,  a coisa descambe para a religião. Com "Caim", o novo livro de Saramago, que o VM admite (ao contrário da maioria dos críticos) ainda não ter começado a ler, relança-se a questão: onde é que acaba a liberdade de expressão de um e onde é que começa a de outro?". Não querendo ultrapassar nenhuma fronteira, estamos a falar de um livro. Quem quer compra, quem não quer.... ignora-o. E bem-dita sejais vós, ó liberdade de escolha!

 Uma coisa é certa, o Nobel da literatura não tem a mínima necessidade de aproveitar a discussão para publicitar o seu livro. Qualquer obra de Saramago é um best seller, particularmente fora de Portugal, um mercado que, pela sua dimensão, mais se assemelha a um nicho. Ridícula é a posição da Igreja que, ao assumir-se como parte ofendida, gera inevitavelmente uma comunicação positiva acerca do último trabalho do escritor português. E sim, este senhor ainda é português. Lamentáveis as declarações do eurodeputado do PSD, Mário David, que defendeu abertamente a renuncia de Saramago à nacionalidade portuguesa. Com opiniões destas  o VM não confiava neste senhor nem para pedir umas mules numa tasca de Bruxelas.

 For the record, e regressando à história da família disfuncional, Caim matou efectivamente o seu irmão o que não abona nada a favor do próprio. Questões por resolver dão sempre em asneira, particularmente quando a figura modelo que queremos impressionar (neste caso Deus), só fica agradado com sacrifícios de sangue...

Mr. White às 23:54

Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
16
17

18
23
24

25
28
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO