O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

18
Mar 09

"Os preservativos não são a resposta na luta contra a sida. Na verdade, eles agravam o problema." Foram estas as declarações do Papa aos jornalistas, a caminho da capital dos Camarões. Não fosse África o continente onde estão concentrados dois terços dos casos de Sida e onde já morreram, desde os anos 80, 25 milhões de pessoas infectadas, e o Viajar até tentaria perceber as infelizes declarações do sumo pontífice. Mas quando é que a Igreja se começa a adaptar aos tempos?

Mr. White às 14:41

16 anos, 2725 emissões e 16 temporadas depois, Conan O´Brien, o mítico apresentador do programa Late Night do canal NBC, disse adeus ao seu público. Foi há quase um mês nos states mas, como cá no burgo o programa passa desfasado na SIC Radical, só agora é que o Viajar apanhou a notícia. Ao que parece o irlandês com a melena ruiva mais conhecida do globo vai passar a apresentar o Tonight Show, que estava entregue a Jay Leno. Ao comando do Late Night fica Jimmy Fallon que vem do Saturday Live. É uma dança de cadeiras triste para o Viajar que vai deixar de conseguir ver o seu apresentador preferido em acção (o Tonight Show não passa nos canais da cabo). Fica um apanhado de alguns dos grandes momentos de Conan e um excerto do novo apresentador em acção.

 

Mr. White às 14:27

17
Mar 09

Mais um som fresquinho, directamente do carro do Viajar, desta feita virado para álbuns:

 

U2 - No Line on the Horizon arrisca pouco e dá claramente a sensação de procurar agradar. É U2, conta com Brian Eno e é bom. Não deixa no entanto de se inserir na redutora categoria do "ouve-se bem". As faixas no ouvido:"Stand Up Comedy" (a preferida), "Moment of Surrender" e "No Line on the Horizon".

 

Watchmen OST - Uma grande banda sonora de época, conta com clássicos como "The Times They Are A´Changin" de Bob Dylan, "All Along The Watchtower" de Jimi Hendrix e "The Sounds of Silence" de Paul Simon e Art Garfunkel. Simplesmente obrigatória.

 

Royksopp - Junior é o terceiro álbum da dupla norueguesa, inteiramente dedicado à cena   electrónica. É ligeiro, se calhar até demais, e pouco original. O mais grave: tem momentos em que claramente se confunde com o trabalho dos franceses "Air". Não deixa de ser divertido e ideal para consumir em passeios com sol. Foi uma excelente companhia neste fim-de-semana, a caminho da praia. As faixas: "Happy Up Here" e "The Girl and The Robot".

 

Mr. White às 19:22

16
Mar 09

É uma das melhores (se não mesmo a melhor) experiências auditivas que o Viajar teve nos últimos tempos.

Não, não se trata de uma música, mas antes de uma demonstração virtual de como o cérebro humano reage aos sons e os identifica.

Aos nossos viajantes, deixamos as recomendações obrigatórias para esta experiência única: o uso de auscultadores, vulgo phones, colocados nas suas posições correctas, à direita e à esquerda. O som não deve estar muito alto, nem muito baixo.

Mas atenção, os phones são mesmo obrigatórios, sem eles, a demonstração não produz o seu efeito.

Feche os olhos e...   Boa Viagem!!

 

 

Mr. Heinz às 17:10

Na última sexta-feira, em Lisboa, a CGTP organizou uma manifestação. Terá mesmo sido a maior de sempre, com cerca de 200 mil participantes a lutarem pelos seus direitos!

O Viajar passou pelos efeitos da manifestação e ficou com algumas dúvidas....

O trânsito da cidade ficou caótico e levantou-se a dúvida: manifestação ou dia de jogo do euro 2004? Se o trânsito assustou, o resto surpreendeu!

Quando ainda Carvalho da Silva discursava animadamente contra as políticas do nosso governo, ainda com alguns manifestantes na Avenida da Liberdade, já outros dispersavam conversando animadamente sobre o jogo, sobre as telenovelas e sobre o calor que se fazia sentir.

Muitas senhoras de idade aproveitavam para provar os seus geladinhos e beber umas coca-colas pelas esplanadas, sem nunca largar as bandeirinhas e os chapéuzinhos alusivos à manifestação, muitos homens aproveitaram para se refrescarem com a bela da mini pelos tascos da capital. Isto, depois de terem cumprido o seu dever de estarem presentes na marcha, porque ficar até ao fim já devia dar muito trabalho....

O Viajar acha muito bem que os manifestantes se refresquem depois da árdua luta pelos direitos laborais, mas ainda assim questiona o empenho e a atitude com que as pessoas participaram naquela marcha... E uma vez mais fica a ideia de que muitos lá iam, porque os outros iam também gritar qualquer coisa contra os "malandros" que por aí andam à solta.

Porque não umas acções prévias de esclarecimento aos participantes? o Viajar ficou mesmo com a ideia de que muitos foram lá... porque sim! E o caso será sério de mais para isso.

200 mil na Avenida da Liberdade. Quantos nas gelatarias?

Mr. Heinz às 11:09

13
Mar 09

Esquece-te do nome do amigo do amigo que vês uma vez por ano,

Esquece-te que é a tua vez de pagar o jantar,

Esquece-te daquele cd que querias ouvir durante a viagem,

Esquece-te do caminho,

Esquece-te das chaves de casa,

Esquece-te de comer,

Esquece-te de dormir,

Esquece-te até de respirar,

Mas NUNCA... NUNCA te esqueças de uma  vida que depende de ti.

 Morreu em Aveiro um bebé dentro de um carro por esquecimento do pai. Notícia aqui.

Mr. White às 17:50

América, anos 80. Richard Nixon avança para um terceiro Mandato. A Guerra Fria está ao rubro e o relógio nuclear aproxima-se perigosamente da meia-noite. É esta a realidade alternativa que serve de cenário para a narrativa. Num mundo que grita por justiça, são vários os vigilantes que descem às profundezas das cidades para combater o crime. Primeiro polícias mascarados e outros corajosos sem poderes - os "Minutemen", depois uma legião de super-heróis que rotativamente vão compondo a formação conhecida por "Watchmen". Mas estes não são os super-heróis a que estamos habituados a ver no grande ecrã. Cada um é uma personagem complexa que perspectiva o bem e o mal de uma forma própria. Têm desejos, medos, fantasias e... são violentos, muito violentos. A violência aliás é, ao longo de todo o filme, brutalmente honesta e crua. E eles adoram-na, retiram enorme satisfação de cada osso partido, de cada vitória. Como o viajante já percebeu, este não é o habitual "Comic Movie". A classificação denuncia-o logo à partida: "Não aconselhável a menores de 16 anos".

 

 O filme começa de uma forma brilhante, com um enquadramento e um homicídio misterioso. Segue-se o genérico, algo de ficar de queixo caído. Até aí tudo bem, uma primeira meia hora de grande qualidade. O problema é que o filme tem mais duas horas e a narrativa assenta em diálogos e monólogos gigantes, altamente filosóficos, entregues a actores que não estão ao nível da responsabilidade. O filme, que tinha tudo para ser uma obra-prima, tem claros problemas de ritmo e, se por um lado consegue ser fiel aos livros, não resulta no produto que os bd maníacos e aqui o Viajar esperava. Na escala do VM leva uma nota modesta, com muita pena do Viajar.

Mr. White às 17:35

Caros Viajantes, é sem contemplações que o Viajar apresenta o vencedor do Óscar de melhor filme de animação de 2009, o novo trabalho da Dysney/Pixar, UP.

 

Mr. White às 14:11

12
Mar 09

... duas doses bem saudáveis de Spam Cartoon, um produto cá do burgo que o VM recomenda (site aqui).

 


 


 

Mr. White às 16:59

Dado os comentários de um certo e determinado anónimo ao post anterior, recupero um post do VM original, ironicamente sobre o Morais Sarmento. Porque se há coisa que o Viajar não gosta é de ser associado a um partido (seja amarelo, laranja, vermelho, preto ou roxo às riscas azuis...), até porque, independentemente das inclinações dos seus autores, o VM é no fundo... daltónico:

 

"O Viajar reparou que a comunicação social tem, nas últimas semanas, deturpado diversas histórias relacionados com o nosso mediático Governo de gestão. Indignados com as calúnias que têm toldado a visão de Portugalium começamos hoje a rubrica "Estado de sítio" com o intuito de revelar a verdade, e nada mais que a verdade. 

Tem-se falado muito da visita (aguada) do tio Sarmento a São Tomé e Príncipe. Quero aproveitar estas linhas para alertar os viajantes da injustiça que está a ser cometida contra o ministro dos assuntos parlamentares. Morais Sarmento, ciente da urgência em melhorar as relações com o Governo de São Tomé, o que só revela a sua sensibilidade nas relações externas, desencadeou os devidos mecanismos para cimentar o entendimento entre as duas nações. Ignorem a história do aluguer do Falcon e a insignificante diferença de custos (só se gastaram mais 35 mil euros). Não havia tempo para reservar um dos aviões da força aérea ou para recorrer a um plano alternativo, visto os equipamentos, ultra sensíveis, necessitarem de um acondicionamento próprio disponível em pouquíssimos aviões. Já na ilha, o ministro, num gesto de humildade e contrariando as adversidades duma gripe, transportou pessoalmente todo o equipamento: um leitor de vídeo, 100 cassetes, um leitor de minidisk, outro de cd, um amplificador e dois auscultadores. Segundo fontes seguras foi apenas o gesto do nobre ministro que arrefeceu uma tensão crescente que vinha a crescer nos últimos meses na ex-colónia portuguesa. A administração de São Tomé ficou tão sensibilizada que, num gesto de simples hospitalidade, convidou Morais Sarmento para uma pequena sessão de snorqueling, e não de mergulho, como uns apregoam para aí. Mini-férias, bah, o que é isso?" postado em Janeiro de 2005

Mr. White às 15:46

11
Mar 09

Na semana em que se cumprem 4 anos da tomada de posse do Governo, José Sócrates irá, ainda hoje pelas 21h, deixar o país, fazendo-se acompanhar por uma comitiva de 120 pessoas, incluindo 9 dos seus ministros.

As más-línguas sussuram que esta é, à semelhança do que fez o seu antecessor de partido, António Guterres, a fuga do Primeiro-Ministro (PM). Outros, sabendo a verdadeira razão desta partida, afirmam que se trata de uma excelente oportunidade para os portugueses tomarem as rédeas do país e empossarem "democraticamente" um novo Governo, seguindo assim os melhores exemplos africanos mas sempre à boa maneira portuguesa: sem tiros disparados e sem sangue derramado!

Existem ainda os mais entusiastas que se entristecem pelo facto de o PM não ter levado consigo a líder do PSD, pois acreditam que só desta forma conseguíriamos "matar dois coelhos com uma só cajadada!"

Independentemente dos ânimos, motivações, alegrias ou frustrações, a verdade é que o PM e toda a sua comitiva têm um motivo para o suposto abandono do país e, até tem data marcada para o regresso. 

Assim, com as forças revolucionárias sem liderança e sem alternativas, a melhor solução passa por, mais uma vez, permitir  que o PS (à semelhança do que já fez para o encerramento do seu congresso) contrate vários serviços de transporte de passageiros e, com o pretexto da oferta de um almoço, transportem os "nossos jovens à mais tempo" para o aeroporto da Portela para, mais uma vez, proporcionar ao PM uma recepção repleta de hinos de alegria e satisfação!

Só falta dizer que o PM irá estar ausente por se encontrar numa visita oficial a Cabo Verde, mas com a dimensão da crise do nosso país, isso é o que menos importa!

Mr. Hellmanns às 18:27

O nosso PM andou pela América Latina a apregoar a palavra do Magalhães. Seguiu-se Timor e agora África via Cabo Verde. O Viajar não consegue evitar uma certa sensação de déjà vu...

E o "Magalhanês" que inventámos? Tudo pela união dos povos...

Mr. White às 12:11

10
Mar 09

Tem sido alimentado o rumor de que os homens não conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo (gostava de saber de onde é que aparecem estes boatos...).

O multiTasking, como muitos gostam de chamar, é  uma imagem de marca da população feminina e, caso fizéssemos uma análise SWOT do género, uma capacidade que seria claramente encaixada no campo dos pontos fortes (Strenghts).

Infelizmente para a pivot da CNN, Zain Verjee, o multikasking no directo que fez a semana passada trouxe maus resultados... 

 

É o que dá estar a trabalhar e a pensar no próximo encontro escaldante... (ou alguém acha que a palavra "peanuts" é difícil de dizer?) A senhora simplesmente trocou a palavra três vezes e disse isto: "“Northwest began serving penis this month as its merger partner Atlanta-based Delta airlines has done for years (...) Georgia is the top penis-producing state in the country.”

Há pessoas (não, não vou cair na tentação de fazer uma piadola sexista ;) que só deviam fazer uma coisa de cada vez...

Mr. White às 18:52

No passado domingo, dia 8 de Março, foi o Dia Internacional da Mulher!

Confesso que sempre encarei este dia, tal como o Dia da Criança, o Dia dos Namorados, o Dia do Pai, o Dia dos Avós, etc... como sendo mais uma celebração inventada com um intuito comercial e motivada pelo estímulo ao consumo.

Este ano, talvez por ter passado o dito domingo rodeado das mulheres mais importantes da minha vida, fiquei curioso com a natureza desta celebração e investiguei a sua origem.

Na verdade, sendo um dia aproveitado comercialmente, é afinal muito mais do que isso! É um dia comemorativo dos feitos económicos, políticos e sociais alcançados pela Mulher.

A ideia da existência de um dia internacional da mulher foi inicialmente proposta no início do século XX, durante o rápido processo de industrialização e expansão económica que levou a protestos sobre as condições de trabalho e em que as mulheres Nova Iorquinas, a 8 de Março de 1857,  foram protagonistas de uma dessas manifestações, protestando sobre as más condições de trabalho e reduzidos salários de então.

Existem muitos outros acontecimentos dignos de referência, como por exemplo o incêndio de 25 de Março de 1911 na fábrica da Triangle Shirtwaist, também  em Nova Iorque, onde  146 trabalhadoras, ao serem trancadas  durante um protesto, foram queimadas vivas.

Muitos outros protestos se seguiram nos anos seguintes ao episódio de 8 de Março, destacando-se um outro em 1908, quando cerca de 15.000 mulheres marcharam na cidade de Nova Iorque, exigindo a redução de horário de trabalho, melhores salários e o direito ao voto. Assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher celebrou-se nos Estados Unidos da América, a 28 de Fevereiro de 1909. 

Saliente-se ainda a primeira conferência internacional sobre a mulher, que ocorreu em 1910, em Copenhaga, onde o Dia Internacional da Mulher  foi formalmente estabelecido. No ano seguinte, esse dia foi celebrado a 19 de Março por mais de um milhão de pessoas, em países como a Áustria, Dinamarca, Alemanha e a Suíça. 

O Dia Internacional da Mulher continuou a ser comemorado durante as décadas de 1910 e 1920, mas foi-se esmorecendo até ser novamente revitalizado pelo "movimento feminista" da década de 1960. Em 1975, ano designado como o Ano Internacional da Mulher, a Organização das Nações Unidas começou a patrocinar diversas celebrações do Dia Internacional da Mulher, desta vez a 8 de Março, mantendo-se assim até aos dias de hoje.

Posto isto, e com dois dias de atraso, o Viajar não poderia deixar esta data em branco e felicita todas as Mulheres, que além de o serem, são também mães, esposas, companheiras, trabalhadoras dedicadas, amigas e confidentes!

Mr. Hellmanns às 15:57

Pois é caros Viajantes, é ainda em choque que vos comunico que a famosa turma da Mônica, esse ícone da cultura popular e figura do meu imaginário infantil... cresceu. O autor, Maurício de Sousa, que desde 1959 nos brindava com as aventuras da Mônica dentuças, do Cebolinha, do Cascão e da Magali, essa eterna esfomeada, decidiu que estava na altura de actualizar a coisa. A Mônica já não é aquela baixinha gorducha que todos conhecemos mas sim uma teenager inconsciente ao melhor estilo dos morangos com açúcar e com um look manga. O Cascão já toma banho, o Cebolinha já praticamente não troca os r´s pelos l´s e a Magali passou a controlar o seu ímpeto alimentar. E pasmem-se, nesta nova série de aventuras a Mônica beija o Cebolinha. Há coisas que simplesmente não se fazem...

Só para que não fiquem dúvidas, da esquerda para a direita, Mônica, Cascão, Magali e Cebolinha.O sacrilégio...

Mr. White às 11:51

09
Mar 09

Típico bairro lisboeta, Alfama conta desde há uns meses com um novo bar que se tornou numa lufada de ar fresco na cidade. Primeiro, porque não está apenas aberto à noite, segundo, porque apostou num conceito que ainda está em "desenvolvimento" em Portugal: o Brunch!

O Kuta Bar abriu portas nas estreitas ruas de Alfama com um ambiente oriental e o mais zen que se possa imaginar naquela zona. Muitos Budas, parte da muralha medieval lisboeta à vista, e cores suaves. Decoração simples e moderna, com música chill out ou mesmo alguns mantras, e  mensagens positivas a serem exibidas num ecrã. O ambiente está criado para desfrutar de um Brunch sem qualquer ponta de stress.

Por motivos profissionais, o Viajar acabou por experimentar esta aposta do Kuta Bar, que está disponível aos domingos, entre as 10.00 e as 18.00.

O pequeno-almoço misturado com almoço começa com uns pãezinhos, croissants e muffins, acompanhados de sumo de laranja, café ou chocolate quente. Segue-se uma saborosa salada de camarão, com uns toques de vinagre balsâmico, os típicos ovos mexidos com vegetais e uma tosta de mozzarella a encerrar. O serviço não é rápido, mas também não se está ali para ser rápido. O objectivo passa mesmo por demorar, aproveitar o espaço e esquecemo-nos que estamos na cidade...

A ajudar a relaxar, como se não bastasse o ambiente de um lounge oriental, vem o toque final: uma massagem de shiatsu de um quarto de hora, que pode eliminar vestígios de stress que teimem em não desaparecer. O preço para o Brunch com massagem é de 17 euros.

No entanto, o Kuta Bar não se dedica apenas a este tipo de refeições e tem outras alternativas, porque o espaço funciona também como restaurante lounge nos restantes dias da semana e como bar, à noite e até às 02.00. Parece que vale a pena experimentar os cocktails....

Falta dizer aos nossos viajantes que este espaço de relax fica na Travessa do Chafariz D´El-Rei 8 e o site é o www.kuta-bar.com.

Aproveite e... relaxe!

Mr. Heinz às 21:51

 

O VM foi hoje saudado com uma agradável surpresa: está nos destaques do sapo. Obrigado aos sapos!

 

Mr. White às 15:49

Em Pernambuco, no Brasil, uma miúda de nove anos foi violada pelo padrastro. Engravidou de gémeos. Os médicos classificaram a gestação como de alto risco e, ao passar da 15ª semana, avançaram com a interrupção voluntária da gravidez. Tudo dentro da lei, dado tratar-se de um caso de violação e de uma gravidez que colocava em risco a vida a criança. A Igreja católica não viu a coisa por esse prisma e achou por bem aplicar o direito canónico.  Excomungou a criança, a família directamente implicada e os médicos responsáveis pela intervenção. De fora ficou o padrasto. Na perspectiva da Igreja, o pecado da violação não é tão grave como o de cometer ou apoiar o aborto. Como é que a Igreja ainda tem a força que tem é coisa que o Viajar não percebe... este mister só pode ficar com vontade de partir a boca a alguém que use batina... Mais sobre o caso aqui.

 

Mr. White às 14:04

06
Mar 09

O conjunto da Cidadela de Cascais está compreendido entre a Ponta do Salmodo e o Clube Naval de Cascais, sendo um edifício histórico militar, classificado como Imóvel de Interesse Público desde 29 de Setembro de 1977 e é um exemplar assinalável da arquitectura militar do séc. XVII. Desde a sua construção, muita da história de Portugal se fez entre as suas extensas e imponentes muralhas. Recorde-se por exemplo que foi da Cidadela que partiu, em 1810, para a batalha do Buçaco, o Regimento 19 de Infantaria, sob a protecção de Santo António, cuja imagem ainda se encontra na Cidadela; foi na Cidadela que se inaugurou, a 28 de Setembro de 1878, a iluminação eléctrica no país; a Cidadela foi utilizada como residência real a partir de 1871, nela tendo falecido o rei D. Luís I; foi em Cascais que a Família Real Portuguesa começou a ir à praia e a partir de então diversas famílias importantes começaram a se estabelecer ali, erguendo os seus palácios e transformando a povoação numa comunidade cosmopolita. Após a Proclamação da República, o Palácio ficou dependente da Presidência da República, tendo sido utilizado sobretudo por Óscar Carmona que ali viveu quase todo o tempo em que foi Presidente da República.

Mais recentemente, após a cedência da Cidadela pelo Ministério da Defesa à Câmara Municipal de Cascais, esta autarquia, como forma de revitalizar o espaço e proporcionar uma alternativa turística e cultural a todos os Portugueses, Cascalenses e turistas, optou por lançar um Concurso Público Internacional para a sua Concepção, Concessão e Exploração, por um período nunca superior a 70 anos.

O Viajar sabe que a adjudicação já foi feita ao único concorrente - o Grupo Pestana - que aí pretende abrir a sua primeira Pousada de Portugal do distrito de Lisboa e que o projecto apresentado contempla não só a construção de 127 quartos, como também de espaços para lojas, restauração e actividades culturais. Com um investimento na ordem dos 20 milhões de euros, o Viajar está convicto que Cascais e o país também sairão vencedores com esta solução.

Deixo-vos algumas fotos do espaço:

 

 

 

Para aqueles que ainda não conhecem, desafio-os a estarem atentos à agenda cultural da CMC e a aproveitarem os eventos que até Outubro ocuparão este fantástico espaço e que proporcionam momentos como estes:

 

 

 

Mr. Hellmanns às 17:28

05
Mar 09

O vídeo que se segue pôs-me a dançar na cadeira onde estou sentado e imaginei esta cena numa das principais estações de comboios do país. Infelizmente, de repente veio-me à memória a total ausência de memórias recentes dessas estações... o carro leva-me para todo o lado.

Como ainda danço ao ritmo das músicas do video, não me apetece tecer (por agora....) considerações sobre esse assunto, e por isso, passo de imediato ao visionamento do dito filme. Espero que gostem tanto como eu:

 

Mr. Hellmanns às 18:19

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

15
21

22
28

29
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO