Quem aderiu a essa promoção foi cúmplice...eu não aderi pois não tenho paciência para me ir meter na "boca do lobo"...ou neste caso mais seria numa manada de gado
Luis a 2 de Maio de 2012 às 15:41

Eu sei que custa a aceitar, eu sei que custa a perceber, eu sei que custa a ver os sonhos desfeitos, eu sei que deve ser difícil ver o percurso de uma ideologia utópica desmoronar-se. Eu sei como deve ser doloroso.
Mas a verdade é que o 25 acabou, foi sepultado e todos os dias há mais uma pazada de terra para enterrar bem fundo aquela farsa que nos venderam. Fomos ingénuos, incautos, compramos ilusões. Agora meus amigos, acordem desse torpor em que temos vivido e encarem a realidade de frente, como homens, com frontalidade. Acabou ! ! ! O sonho acabou.
pedro.s a 2 de Maio de 2012 às 16:14

Não sei se o sonho acabou, porque não se trata de sonho mas de uma realidade palpável. Nem me consta que o dito mundo civilizado tenha andado a sonhar utopias celebrando o valor do Trabalho e da sua função social, uma vez que o dia 1º. de Maio é celebrado nas democracias ocidentais ou ocidentalizadas, nos EUA e em grande parte dos países que vivem sob regimes democráticos, numa multiplicidade de culturas e de latitudes geográficas. Contraditoriamente ou não, também é reconhecido nos poucos países comunistas ainda existentes.
- Que nada teem a ver com o 25 de Abril!
Quanto a este, como se sabe, foi o regime democrático que "restaurou" o "valor" do trabalho e o respeito pelo trabalhador, que nos outros países de há muito era e é reconhecido. - Pensar o contrário é estar a confundir a abordagem, é desculpar práticas que pretendem a inversão de tais valores!!

Um trabalhador consciente e nada utópico!! Abraço, meu amigo.
Luis a 2 de Maio de 2012 às 21:17

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres