3 comentários:
se visse a quantidade de terra que a CREL tinha talvez compreendesse o tempo necessário para a retirar.
Anónimo a 1 de Fevereiro de 2010 às 22:25

apoiado...uma via como a crel cortada nao faz sentido ...e de responsabilidde por os meios disponiveis para se repor a circulacao o mais rapido possivel... eu tenho de la passar e hoje por exemplo estava uma maquina apenas em funcionamento...so em portugal...
Anónimo a 1 de Fevereiro de 2010 às 23:27

Na passada 3ªf tive de me deslocar de Cascais a Leiria. Hora de partida: 18h! Uma vez que a CREL se encontra AINDA cortada, optei pela nova A16 até Mafra (que afinal termina em Montelavar - demorei 1h30 para fazer cerca de 15km) e seguir depois pela A8 até Leiria, onde cheguei às 20h40.
No regresso, opto pelo mesmo trajecto e sou surpreendido com um corte na A8 em virtude de uma súbito abatimento de terra. Lá tenho eu de andar a sair da A8 para a estrada nacional... e voltar a entrar na A8 até Mafra...estrada nacional até Montelavar e A16 quase até à porta de casa. Resumidamente, mais 2h30 para fazer o regresso!!!
Posto isto, não encontro justificação para tanto tempo de obras na CREL!!!
Mr. Hellmanns a 12 de Fevereiro de 2010 às 00:28