É interessante ver que há uma movida cultural/musical grande, mas em tempo de crise, a oferta não será demais? Num ano como este, e principalmente num mês em que atingimos os dois dígitos ao nível do desemprego, não será pornográfica tanta oferta musical a preço que variam entre € 20 e € 50,00??! Só esta semana tivémos Franz Ferdinand, Marlyn MAson, vamos ter todos os outros já anunciados aqui. Já tivémos Depeche Mode, Muse e tantos outros que não me recordo agora. E tudo em Lx!
Outra situação é de porquê só em Lx?! Estive no fds passado no Porto e os meus amigos realmente queixaram-se e com razão. Os concertos no Porto são residuais, são quase uma migalha. E o Porto está com uma movida interessante em termos culturais e musicais. Tem bons músicos, alguns internacionalmente conhecidos e bastante actuais (Slimmy é um deles - teve até música no CSI). Para quando uma verdadeira descentralização dos concertos (refiro-me aos de salas, pavilhões, não os festivais). Pronto, ok, podem falar no concerto dos U2, mas é só porque não havia estádio disponível naquelas datas (e diga-se que achei uma exorbitância o preço dos bilhetes e fiquei escandalizada com as filas! Anda tudo louco!!).
Enfim, não vou a nenhum dos concertos porque com a presente crise prefiro não esbanjar dinheiro com coisas efémeras, ainda que sejam boas.Quem pode que aproveite mas espero que tenham a consciência de que são privilegiados face aos tempos que vivemos...
SSF a 3 de Dezembro de 2009 às 18:17

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres