O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

13
Fev 09

E se numa consulta disserem que tem parascavedecatriafobia.... então o mais certo é ter um medo irracional de  sextas-feiras 13. A fobia também é conhecida por Paraskavedekatriaphobia ou por frigatriscaidecafobia. Agora imaginem-se a ir a um consultório e a receber este diagnóstico. Era o suficiente para este Viajar ficar curado do que quer que fosse ou para começar a fazer contas à vida...

Mas afinal, de onde é que vem esta superstição e esta associação ao azar? 

Existem várias explicações possíveis, a maioria de cariz religioso:

Na numerologia, o número 12 é entendido como um número de coisas completas. Exemplos: os 12 meses do ano, as 12 tribos de Israel, os 12 apóstolos de Jesus, os 12 signos do Zodíaco. O 13 é visto como um número irregular/imperfeito e a antítese do 12. É frequentemente personificado por Judas Iscariotes enquanto o 13º elemento da Última Ceia. Quanto à sexta-feira, foi o dia da semana em que Jesus foi crucificado. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) temos o dia mais azarado do nosso calendário. 
A superstição em si pode ter tido  origem no dia 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada como ilegal pelo rei Filipe IV de França. Os monges foram presos, torturados e, mais tarde, executados por heresia.
Outra justificação possível vem de duas lendas da mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e desencadeou uma cena de porrada à antiga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Desde então os nórdicos evitam ter 13 pessoas à mesa. A segunda lenda diz respeito à deusa do amor e da beleza Friga (deu origem à palavra alemã sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada numa bruxa. Como vingança, a antiga deusa passou a reunir-se todas as sextas com outras 11 bruxas e com o demónio. Desde então que os 13 rogam pragas aos humanos.

Por último, dados curiosos dos E.U.A e das terras de Sua Majestade:  segundo o Instituto da Fobia de Ashville, na Carolina do Norte, estima-se que 17 a 21 milhões de americanos têm medo de sair de casa numa sexta-feira 13, o que causa prejuízos avultados nas empresas transportadoras. Já em Inglaterra, um estudo de cinco anos divulgado recentemente pela maior seguradora britânica, a Norwich Union, informa que existem mais registos de acidentes neste dia do que noutro qualquer...

Tenham medo, tenham muuuuuito medo...

Mr. White às 16:36

2 comentários:
É sempre interessante saber as origens das coisas. Obrigada Viajar :)
Já agora, não acredito em superstições: passo por debaixo de escadotes, não sinto calafrios por ver um gato preto atravessar-se no meu caminho, etc., etc... os azares acontecem mesmo quando não nos deparamos com estes símbolos das superstições. Acho que hoje até um dia fantástico: é SEXTA-FEIRA, símbolo do fim-de-semana heeheh... e ainda por cima esteve um dia esplendoroso, cheio de sol!!!
BOM FIM DE SEMANA!
SSF a 13 de Fevereiro de 2009 às 18:40

E já agora, o 14 significa o quê?...
Caminho a 3 de Março de 2009 às 12:22

Fevereiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

15
19
20
21

22
23
24
28


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO