O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

07
Jan 09

Depois de iniciarmos o ano de 2009 com a brilhante "descoberta" do Eng. Sócrates de que afinal Portugal está em recessão (o que nos dá um jeitão saber só depois de gastarmos os nossos euros em prendas de Natal), não posso deixar de vos recordar o que Thomas Jefferson afirmou em 1802:

"Penso que as instituições bancárias são mais perigosas para as nossas liberdades do que exércitos inteiros preparados para o combate.

Se o povo americano permitir um dia que os bancos privados controlem o seu dinheiro,

os bancos e todas as instituições que vão florescer à volta dos bancos vão privar as pessoas de todas as suas propriedades, primeiro pela inflação, depois pela recessão,

até ao dia que os seus filhos irão acordar sem casa e sem tecto, na terra que os seus pais conquistaram."

 (Thomas Jefferson, um visionário)

Mais actual que nunca, não posso deixar de me questionar porque permitimos que isto esteja a acontecer? Descobriu-se a bomba atómica; o Homem foi à Lua; colocámos uma sonda em Marte, fazem-se transplantes cirúrgicos quase inacreditáveis; criámos clones de animais e não conseguimos controlar os mercados financeiros?!

Se é verdade que "em casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão", não quero sequer imaginar o que sucederá se este provérbio popular tiver de ser aplicado a uma Nação....

Mais grave do que a crise económica que vivemos, seja em virtude do sub-prime ou da falência do capitalismo, não nos podemos alhear da consequente crise social que daí advirá.

No entanto, mesmo neste cenário pessimista, aproveito para desejar a todos um bom ano, fazendo votos que a máxima que uso com todos os meus amigos se aplique também a todos os Viajantes na Maionese: "Que o melhor de 2008 seja o pior de 2009!"

 

Mr. Hellmanns às 12:12

5 comentários:
Pois é, quem se deve estar a rir é Karl Marx! O capitalismo selvagem cometeu suicídio e demonstrou que todas as teses keynesianas e ultra/neo-liberais não tinham qualquer fundamento nem base. O privado não trabalha para o colectivo, e por isso se vê as consequências. Permitiu-se que o dinheiro fosse aplicado sem peso nem medida - fosse esbanjado - deu-se o perdão a todas as actuações, não se penalizou quem provocou isto e ainda se atribui aval estatal aos bancos que têm milhões e milhões de lucro e não pagam nem metade do IRC que as PME's pagam demonstra o quão errados estão os defensores deste capitalismo/liberalismo. O Sr. PM teve de admitir que estamos em recessão desde verão do ano passado, mas penso que estamos em recessão há muito mais tempo. Enfim, Thomas Jefferson sabia-o bem e se lermos outros autores/políticos/escritores veremos o quanto actuais eram as suas visões de há 200 anos atrás!

(PS - Atenção ao erro!!! Se se refere a um evento temporal, deve escrever-se HÁ 207 anos e não "à").
SSF a 7 de Janeiro de 2009 às 12:35

SSF, obrigado pelo alerta! Correcção feita.
Mr. Hellmanns a 7 de Janeiro de 2009 às 12:43

Que citação tão bem escolhida....não podia vir em melhor altura. Só espero que sr. tomás não tenha assim tanta razão, para nosso bem. Bom ano ao Viajar! Bjs. JB
JB a 7 de Janeiro de 2009 às 13:21

Citar este Senhor, citação com 207 anos, relembra que parte da questão actual é: líderes precisam-se!! Verdadeiros líderes, líderes com visão, razão e (também) coração.
Mostarda a 8 de Janeiro de 2009 às 23:43

O que Thomas Jefferson não previu foi que o Estado é soberano, até para decidir suportar as falências de uma actividade que gera milhões de euros de lucros anuais!
Ana B. a 20 de Janeiro de 2009 às 16:00

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
17

18
24

25
31


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO