O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

04
Mai 11

Foi ontem divulgado pelo ainda nosso PM o almejado acordo com a troika (palavra que já está no léxico do português comum). Quase em tom de rejubilo, o nosso PM anunciou aquilo que NÃO ficou no acordo, ao invés de anunciar aquilo que estava acordado. Ficámos a saber que não há cortes nas pensões, nem nos 13º e 14º mês, que não vão deixar de haver subsídios, etc. Enfim, um bom acordo e tudo graças ao nosso PM! Urra!Urra! Urra! Ah! Mas esperem, o PSD diz que também influenciou o acordo e que há muita coisa das suas propostas no acordo - como é evidente, as coisas boas, claro! Ms. Brown adora isto! Numa situação de crise evidente como o país está a atravessar, os partidos mais responsáveis pela dita, têm a distinta lata de se regozijar com o acordo com a troika e ainda dizer que as partes boas são deles, tudo em prol de umas eleições que se aproxima e "pois que há que tentar amealhar todos os votos possíveis!". TENHAM VERGONHA!

Ms. Brown, deu-se ao trabalho de averiguar as 34 medidas que estão incluídas no acordo e vai apresentá-las aqui para esclarecimento dos viajantes - algo que até agora nem PM e Governo, nem PSD fizeram, não esclareceram ninguém sobre o que realmente irá acontecer!

Assim:

 

Com estas medidas vê-se bem quem é que se trama! O mexilhão pois claro! O povo que nada contribuiu para esta crise, que já paga impostos em demasia, que passa a vida a apertar o cinto, que vê muito mês a sobrar à carteira, que vive explorado, a trabalhar por ordenados de miséria, é que tem de pagar "o pato"!

Enquanto isso, os verdadeiros responsáveis - PSD entre 1987 e 1995, entre 2001 e 2003, e o PS, entre 1995 e 2001, 2004 até agora - passam por "salvadores da pátria" e como óptimos negociadores de acordos com os "prestamistas" europeus e mundiais.

Não há almoços de graça, toda a gente sabe-o. Este empréstimo de 78 mil milhões de Euros é feito mas com muitas contrapartidas! Mas até que ponto essas contrapartidas não levarão Portugal à falência?!

Ms. Brown defende que, como na Islândia, os verdadeiros responsáveis deviam ser chamados à justiça e responder pelos seus actos. Mas infelizmente, Portugal não é a Islândia (se bem que com a notícia de hoje sobre a manutenção da pena de prisão de Isaltino Morais, até o pareceu por instantes).

Ao menos que na data das eleições, os portugueses se desloquem em massa às mesas de voto e definitivamente demonstrem o seu desagrado por toda esta situação, punindo politicamente os responsáveis.

Até lá, e por enquanto, divirtamo-nos com o que de melhor aconteceu nos últimos tempos - a presença dos "Homens da Luta" no Festival da Eurovisão da Canção - e tomemos como lema o seu mote "a luta é uma alegria".

Lutemos então!

 

 

 

 

 

 

 

Ms. Brown às 22:35

Maio 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO