O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

28
Jan 11

E sexta-feira chegou e com ela a rubrica preferida da blogosfera (pronto, não o é! Mas sabe bem para o ego dizer isto, mesmo que seja mentira!)! Ms. Brown não sabe se é por ser fim-do-mês, mas parece-lhe que a programação estará mais reduzida, com poucos acontecimentos de vulto a acontecer (o mais certo é não ter feito bem a pesquisa!), mas ainda assim, há que destacar:

1. Hoje à noite:

a) No Contagiarte do Porto, há concerto do grupo Sondóficina, com ritmos de "música do mundo" e no âmbito do projecto sonoridades, Paulo das Cavernas pega nos ossos...digo, nos pratos para animar a noite. Pode também ainda ser vista (até domingo) a peça "Graças a Deus sou Ateu" interpretada por Rui Oliveira.

b) No Indústria do Porto, abre-se alas para Chiquinho+Miguel Amaro+Patinhas+Aguy+Emanuel

c) Em Espinho, no Doo Bop Bar, DJ Filas dá música a quem quiser ouvir

d) No Plano B, Porto, La Superlucha#01 é dona e senhora da noite

e) No Hard Club do Porto é a vez de One Big Mob+Alter Ego+ De Liver darem música

f) No Coliseu dos Recreios em Lisboa, é a 1ª noite do concerto dos "Deolinda", que promete ser uma grande festa

g) No Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa, a Companhia de Teatro Nature Theater of Oklahoma regressa com a sua comicidade, desta feita com a peça "Life and Times - Episode 1"

h) No Teatro da Barraca, em Lisboa, estreia a peça "Closer"...sim a mesma do filme, que começou por ser uma peça, com Jude Law, Clive Owen, Natalie Portman e Julia Roberts

i) Há Festa Cais do Sodré Cabaret no Muv, em Lisboa

j) Na Fábrica Braço de Prata, Lisboa escutam-se sonoridades de bossa nova com Bossa e Outras Novas de Mário Oliveira

k) No Clube Ferroviário, Lisboa é noite de entrega dos Prémios Shortcutz Lisboa

l) No Lux, em Lisboa, os irmãos que formam a dupla Tiefshwarz, assumem os comandos do som

m) No Space, em Lisboa, há Zombies for Friends

2. Amanhã:

a) Uma das casas mais míticas de Lisboa dos últimos tempos vai fechar, o Maxime, e por isso tem festa garantida, a festa Auf Wiedersehen * Goodbye" com Irmãos Catita e restante pandilha agregada ao João Manuel Vieira

b) No Europa, em Lisboa, é noite de Deboche com Nuno Lopes, actor e DJ a dar música

c) No Club Souk há Party Sheet

d) No Musicbox, em Lisboa, uma das festas mais badaladas mundiais, que nasceu em Brooklyn, Cheryl dá cartas

e) E é a 2ª noite de Deolinda no Coliseu dos Recreios, em Lisboa

f) No Contagiarte, há baile tradicional com Karroussel e Fuego y Tumbao dão música no âmbito do projecto Sonoridades

g) É noite de Alta Baixa no Porto, na Rua Passos Manuel, e por isso os 3 bares mais famosos desta rua convidam a ouvir os DJ's que por lá vão passar:

          (i) Passos Manuel - Nuno prata + Rui Maia

          (ii) Maus Hábitos - Plus Ultra+Hang the DJ

          (iii) Pitch Club - Sub-Zero+Ghuna-x feat. Rey+Dinis+Pedro Santos+Centeno+Sininho+Ara

h) No Plano B há Clud de Funk

i) No Indústria DJ Vibe mostra como se passa música

j) No Teatro Municipal de Vila do Conde, José Mário Branco dá concerto

k) No Tertúlia Castelense, na Maia, JP Simões sobe ao Palco

l) No Hardclub, Porto, The Young Gods dão concerto

m) "A Praça", espectáculo de dança coreografado por Né Barros, é apresentado no Cine-Teatro Constantino Nery, em Matosinhos

n) Na emblemática Casa da Música a Orquestra Sinfónica do Porto dá concerto.

Bom, afinal, parece que há ainda muita coisa para ser feita, vista, ouvida, vivida...façam-no e SEJAM FELIZES!

 

 

Ms. Brown às 19:50

27
Jan 11

Este bem que podia ser o mote para um filme, cujo local principal fosse Portugal e Alice, a personagem principal, podia ser qualquer um de nós!

O ano ainda é novo, começou há 27 dias, mas broncas têm sido sucessivas e, crê Ms. Brown, que devem rondar a média de uma por dia!

Sempre que lê as parangonas dos jornais, Ms. Brown constata que há sempre uma bronca nova a rebentar, um escândalo novo, e quase sempre ao nível da política governativa.

Vejamos as broncas:

1. Eleições - Hoje, é notícia no jornal que a bronca dos cartões de cidadão e n.º de eleitor nas passadas eleições presidenciais é tanto maior quanto o facto de ter sido feito, no passado mês de Agosto, ou seja, há 6 meses atrás, um aviso para a Direcção-Geral da Administração Interna para enviar a quem fosse detentor de um cartão de cidadão um aviso com o novo n.º de eleitor e a freguesia onde deveriam votar!

Ora, nem o aviso foi feito atempadamente, como nunca foi feito!

2. Computadores Magalhães - o Governo e o 1º Ministro Sócrates andaram a vangloriar-se do seu "menino" o computador Magalhães e até "venderam" a ideia à Venezuela e ao "amigo" Chavez. Hoje, sabe-se que a Comissão Europeia decidiu que houve violação do direito comunitário quer ao nível da concepção técnica quer ao nível do procedimento de adjudicação directa. No entanto, mandou arquivar o processo, uma vez que Portugal garantiu que ia corrigir as violações.

Mas, se a finalidade do computador Magalhães era a de chegar aos alunos do ensino básico de 1º ciclo (e, salvo erro, do 2º ciclo), ainda há muito caminho para trilhar, pois sabe-se que nem todos tiveram direito ao computador, apesar do preenchimento das condições impostas!

Fernão Magalhães, em quem se inspiraram os criativos governativos para apelidar o computador, deve estar a dar voltas (de circunvalação) na tumba!

3. Subsídios às escolas particulares - o Governo cortou com os subsídios às escolas particulares, que permitiam a estes estabelecimentos de ensino receber os alunos do ensino público que não tinham vaga nos estabelecimentos públicos. Esta atribuição de subsídios já dura há mais de 20 anos (Ms. Brown foi uma das "contempladas" na sua altura, pois estudou num colégio porque não teve vaga no ensino público), mas agora o Estado corta a eito o subsídio, mas não corta o envio dos alunos! As escolas privadas, com este corte, estão sem condições para suportar o custo de um aluno do ensino oficial, pelo que muitas delas vão ter de encerrar com as inerentes consequências sociais (desemprego de professores, auxiliares técnicos...).

4. Escolas do ensino público sem condições - por outro lado, das escolas do ensino público que ainda se encontram em funcionamento (recorde-se que muitas encerraram), algumas não têm as condições mínimas para a leccionação das matérias. É o que sucede com a Escola Secundária Camilo Castelo Branco em Vila Real que hoje foi encerrada pelos alunos porque não tem aquecimento! Em Vila Real, Trás-os-Montes, têm-se verificado temperaturas negativas! Os alunos, de manhã, não conseguem sequer escrever ou manterem-se concentrados. Sendo o ensino a base da nossa vida, não seria de se investir mais nas escolas?

5. Os blindados da Cimeira da Nato e o submarino Trident - esta é mais uma bronca do Ministério da Administração Interna, em conjunto com o Ministério da Defesa. A cimeira realizou-se e os blindados não chegaram a tempo e agora anda tudo a ver de quem é a culpa. O submarino Trident foi comprado, em 2ª mão, e já trazia defeito! E a culpa morre solteira...

6. E para não cansar mais os viajantes, Ms. Brown enumera neste ponto todas as outras broncas: Caso "Casa Pia" e as declarações de Carlos Silvino; casos BPN e BPP; caso Face Oculta; o aumento das taxas da Direcção-Geral da Saúde; os cortes de 5% nos salários, previstos no Orçamento de Estado e a sua legalidade, etc...

Sem dúvida que Portugal anda à deriva, sem rumo definido, sem timoneiro de pulso firme que pegue no leme deste barco e o navegue pelo meio da tempestade, enfrentando demónios e monstros marinhos, como fez Vasco da Gama, cuja aventura foi tão magnificamente relatada por Luís Vaz de Camões!

É um país de broncas este que tão pateticamente se intitula como "the west coast of Europe"!

É caso para dizer como Jorge Palma, "Ai Portugal, Portugal, do que é que tu estás às espera?"...

Ms. Brown às 15:26

23
Jan 11

Há quem veja o acto eleitoral como algo muito importante; há quem sinta que é um dever a cumprir; há quem se orgulhe de poder votar, pois é um direito conquistado; há aquelas senhoras que emperaltam todas para ir votar; há as famílias inteiras que se deslocam com as crianças histéricas por sentirem que aquilo até é importante; há quem vá por ir; há quem vá esclarecido; há quem vá cheio de dúvidas, mas com a certeza que tem de votar; há quem sabe em quem não quer votar; há quem quer votar nulo e mostrar a sua opinião sobre isto tudo; há quem, na incerteza, vote em branco; há quem não vá votar, uns porque estão longe de casa, outros porque simplesmente não querem saber e pensam que nada muda.

Ms. Brown vota sempre, porque pensa que o acto eleitoral é importante, porque sente que é um dever a cumprir e porque se orgulha de poder ter esse direito.

Hoje, dia de eleições, Ms. Brown não agiu de forma diferente. Votou em consciência, com pleno conhecimento do candidato em que votou; lutou contra o frio, contra as filas (!!!) e depositou o seu voto na urna. Se vai mudar o estado de coisas? Não sabe... mas sabe que pelo menos tem a consciência tranquila de um dever cumprido (mais um) nesta sociedade em que nos integramos.

Infelizmente, nem todos pensam assim, e não vão votar; outros, até querem votar, mas, depois dos entraves burocráticos não o conseguem fazer. É o que está a acontecer hoje! Lamentavelmente, o "simplex" do cartão de cidadão, complicou tudo! A pessoas com cartão de cidadão estão a viver um pequeno drama!Depois da fila para votar, e porque pensam que o número de eleitor que tinham se mantém o mesmo, quando chegam à mesa, são informadas que afinal já não é aquele número e que terão de ir à delegação da Junta de Freguesia para saber o novo número. Sucede, porém, que na delegação da Junta de Freguesia há uma fila encorme e infelizmente e na generalidade dos casos, a fila está na rua, o que, com este frio, não ajuda. As pessoas, assim, acabam por ir embora. Isto foi o que Ms. Brown presenciou no local onde votou, mas ao ler as notícias, parece que é geral ao país! Mais uma trapalhada! É verdade que as pessoas poderiam ter tratado disso antes das eleições, mas o que é facto é que isto era desnecessário! Depois, os senhores da política, admiram-se com a abstenção!

Ms. Brown espera que a abstenção não seja muito elevada e que os portugueses demonstrem a sua vontade de marcar uma posição e que aceitem os resultados. Isso é Democracia...

Ms. Brown às 16:52

21
Jan 11

Por certo, os viajantes já pensavam que Ms. Brown se tinha esquecido da sua rubrica semanal! Não, Ms. Brown está é com algum trabalho a mais que lhe toma todos os minutos disponíveis, mas nunca deixará de escrever sobre o que vai acontecer no fim-de-semana, até porque esta rubrica indica isso mesmo: É FIM-DE-SEMANA!

Ora, e em fim-de-semana de eleições para Presidente da República (caros viajantes não se esqueçam de ir votar!), que programação há a seguir?

a) Hoje:

1. Há "Noites Vai de Retro" no Contagiarte do Porto, com DJ Retrovisor

2. Há também no Contagiarte, Porto, Oporto Decay com Sérgio P + Darkkensoul +  Laika

3. No Coliseu do Porto, o senhor tigre, The Legendary Tiger Man sobe ao palco

4. No Doo Bop Bar, em Espinho actua AP Quinteto

5. No Indústria anima a noite F-Lux+Expander+Manu

6. No Plano B, Porto, é Grrrl Riot que assume os comandos da festa

7. Luís Represas, acompanhado da Orquestra Sinfonietta de Lisboa, sobe ao palco do Casino da Póvoa de Varzim

8. No Bar Trintaeum, Porto, Nuno Carneiro assume a responsabilidade da animação nocturna.

9. Na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa, há Belle de Jour/Os Eléctricos em concerto

10. No Musicbox, Lisboa, Blood Group actuam

11. No CCB está a ópera que se estreou na antiga casa da ópera de Lisboa, mandada construir por D. José e que durou 7 meses a cair, com o terramoto de 1755, Mazzoni: Antígono.

12. Na Culturgest, Lisboa, há dança "Trompe le Monde"

13. No Museu do Oriente há concerto de T(h)ree

14. No Space, Lisboa, Jumi Tenor dá música a quem quiser ouvir

15. No Lux é noite de Hard Ass Sessions+Zombies For Money com os DJ's de Buraka Som Sistema

16. No Centro Cultural Olga Cadaval actua Marco Rodrigues.

b) Amanhã:

1. O homem tigre, The Legendary Tiger Man actua no Coliseu dos Recreios, Lisboa

2. No MMCafé, do Teatro Municipal Maria Matos, Lisboa, Kalf Angelo participa das Sessões Super Disco

3. No CCB, é noite para uma "Mãe Coragem" com a actriz Custódia Gallego

4. A banda de covers Akunamatata actua no Speakeasy, Lisboa

5. Na "Velha Gaiteira", Lisboa, ouvir-se-ão os sons de fusão de Bossa N' Jazz

6. Na mesma onde, em Cascais, no Pátria Lusa, Sílvia Nazario canta uma fusão de Jazz e música brasileira

7. No Musicbox, Sagas e Convidados e os Gatos do Beko sobem ao palco

8. Na Galeria Zé dos Bois (ZdB) para viciados e não viciados em nicotina, Nick Nicotine & His Mystical Orchestra dão música

9. Na Casa da Música, Porto, Arditti Quartet e Orquestra Sinfónica do Porto dão concerto

10. Há fado castiço, de Alfama à Mouraria, no Coliseu do Porto, com os "Deolinda"

11. No Hard Club, Porto, há Festival Termómetro

12. No Porto-Rio, Porto, há Telepatik Vision 2

13. No Plano B, Tiago Miranda +Black Sugu+The Why Radio animam a noite

14. Para quem quiser outra sonoridade, mais folclórica, há forró brasileiro com Rogeirinho do Acordeão e Trio no Contagiarte, Porto

15. Chega ao Porto o Guia da Noite Porto e isso é motivo de festa de lançamento no Passos Manuel

E muito mais coisas haverão a ser feitas, a ser vistas, a serem ouvidas e vividas. Não há desculpas para ficarem em casa, aproveitem o sol, mesmo com frio é agradável, saiam, divirtam-se e nunca se esqueçam do mote de Ms. Brown: SEJAM FELIZES!

Ms. Brown às 21:39

18
Jan 11

Já cá faltava no burgo umas eleiçõezinhas para animar a malta, e Ms. Brown não se refere às eleições do Sporting, mas antes aquelas que supostamente deveriam revestir-se de suprema importância: as eleições para Presidente da República (PR).

A campanha já anda na estrada há mais de 10 dias; o dia de votação é 23 de Janeiro de 2011, ou seja, o próximo Domingo; existem 6 candidatos às eleições: a) José Manuel Coelho; b) Defensor de Moura; c) Fernando Nobre; d) Francisco Lopes; e) Manuel Alegre; f) Cavaco Silva. Três candidaturas "outsiders" e três candidaturas "partidárias". De um lado, temos, alegadamente, a "sociedade civil", a que não quer ser representada por nenhum partido e que se permite, ou se quer permitir, apontar o dedo aos políticos profissionais, e ao seu trabalho; do outro lado, temos os candidatos, políticos profissionais, que têm apoio dos partidos e da máquina partidária e que por esse motivo maiores responsabilidades têm (ou teriam) nesta campanha.

Se os "outsiders" não têm experiência de andar em campanha, nem arcaboiço para enfrentar algumas situações, os profissionais já o têm por estarem habituados e terem por trás um apoio substancial. No entanto, depois de mais de 10 dias de campanhas que temos nós? Que sabem os Portugueses sobre as competências do PR? Que motivação têm os portugueses para irem às urnas votar no próximo domingo? Ms. Brown responde: NÃO TEMOS NADA! NÃO SABEM NADA! NÃO TÊM NENHUMA!

Com efeito, dos 6 candidatos (um palhaço madeirense, um defensor dos animais mais do que das pessoas, um médico sem fronteiras e sem qualquer vocação política, um "cassete" do partido, um armado em "Hemingway" português e uma "múmia inexpressiva" - desculpem mas são as características que mais sobressaem a Ms. Brown, no entanto, e à cautela, salvaguarde-se que não se pretende ofender ninguém, simplesmente Ms. Brown aproveita a liberdade de expressão que ainda é um direito constitucionalmente consagrado!...até ver!) não se ouviu ainda nada que directamente se prenda com o cargo que pretendem exercer! Nada! Niente! Nicles! Niet! Nothing! Rien!...

Desta campanha, só se tem ouvido "olhem para mim que sou tão bom, que sou moralmente melhor do que os outros, que não tenho telhados de vidro, que sou impoluto", ou "vocês vendeu as acções do BPN, você rodeia-se de pessoas do mal, você não fez nada por este país, viabilizou o OE"... ataques, atrás de ataques, pessoais...até parece que estamos a adoptar o estilo de eleições norte-americanas: votemos no candidato mais puro e moralista! O essencial, o que necessariamente interessa, isso...não se discute!

Mas, afinal para que serve um Presidente da República? Já que nenhum dos candidatos (e os meios de comunicação social também não ajudam) respondem, Ms. Brown faz esse favor à sociedade.

São competências do PR, em termos gerais:

(i) Presidir ao Conselho de Estado - órgão superior com as personalidades mais qualificadas deste país para darem conselhos ao PR

(ii) Marcar eleições

(iii) Dirigir mensagens à Assembleia da República (AR)

(iv) Dissolver a AR (o que já aconteceu e muito recentemente com Jorge Sampaio a usar dessa prerrogativa)

(v) Nomear o Primeiro-Ministro (Nota: O Primeiro-Ministro não é eleito; é designado pelo partido que mais votos teve nas eleições legislativas e nomeado pelo PR)

(vi) Demitir o Governo

(vii) Nomear e exonerar membros do Governo

(viii) Promulgar e mandar publicar leis (ou vetá-las políticamente ou juridicamente)

(ix) Declarar estado de sítio/emergência

(x) Submeter a referendo questões de interesse nacional (regionalização, IVG foram exemplos)

(xi) Requerer a apreciação de constitucionalidade ou a declaração de inconstitucionalidade de normas jurídicas

(xii) Conferir condecorações (as do 10 de Junho por exemplo).

Agora, Ms. Brown pergunta aos viajantes: quantos de vocês ouviram os candidatos a falar disto? Pois é, na campanha fala-se de virtudes e de vícios dos candidatos, fala-se como se o PR pudesse mudar o país e as políticas governativas, no entanto, como se pode ver, as competências são muito mitigadas, uma vez que vivemos num regime de semi-presidencialismo (quase parlamentarismo puro).

Poderá parecer aos viajantes que Ms. Brown não vai votar, pois está errado. Ms. Brown é defensora do voto como direito, mas também como dever de cidadania. Só pelo voto se consegue a mudança (pacífica)! Ms. Brown é contra a abstenção e faz-lhe espécie aquele tipo de pessoas que fala mal de tudo e de todos (em termos políticos) mas que preferiu estar na praia ou ir de férias a ter de se deslocar à urna de voto colocar a sua escolha!

Por isso, serve o presente post de esclarecimento sobre as competências do PR, mas também serve para apelar ao voto. Ms. Brown já sabe em quem votar ou como votar, e vai fazê-lo em consciência e pede aos viajantes que façam o mesmo.

DIA 23 DE JANEIRO VOTEM!

 

 

Ms. Brown às 16:31

14
Jan 11

Depois de uma semana intensa, é hora dos viajantes relaxarem e só pensarem na diversão e porque Ms. Brown não quer que vos falte nada, cá está a rubrica semana por que tanto anseiam!

Como todos os fins-de-semana, este promete com muita programação, eis as escolhas de Ms. Brown:

1. Hoje:

a) No S. Jorge, em Lisboa, é "a hora do lobo" dedicada a essa grande voz da rádio prematuramente desaparecida, António Sérgio. Vários músicos decidiram, no dia que assinala o seu 61º aniversário, homenageá-lo com o espectáculo "AS61". Vão passar por lá, entre outros, os Linda Martini, os Xutos e Pontapés, os Dead Combo, os Golpes;

b) No Clube Ferroviário, na sala TGV, em Lisboa, é noite de sorte pois DJ Lucky toma os comandos da animação;

c) Do outro lado da estrada, no Lux, os "Horse Meat Disco" convidam Lindstrom e a performer Lola para a diversão;

d) No Bicaense, em Lisboa, Señor Pelota coloca a mão nos pratos musicais;

e) No Space Lisboa, Clash Club 2 anos é o acontecimento, c om Congoroc R+Haezer+DJ Manaia+F2U

f) Na Casa da Música, no Porto, Simm Trpceski e a Orquestra Sinfónica do Porto dão concerto;

g) No Porto-Rio, Porto, Albert Fish+Blind Alley Dogs+Eskizofrénicos assumem a responsabilidade de animar os convivas

h) No Hard Club, Porto, os Lemon prestam tributo aos U2 com o espectáculo "U2 Tribute Band"

i) No Contagiarte, Porto, há também tributo, mas desta-feita aos Prodigy com Johny_J & Mr. FEELGOOD e há Massive Regae Live Session com Selecta Xibata +Guests

2. Amanhã:

a) Para os amantes da mini-saia há Festa da Mini-Saia na Comuna, Lisboa

b) No Teatro S. Carlos, Lisboa, encerra-se o ciclo "Família Bach" com concerto

c) No Teatro Sá da Bandeira, Porto, o Clashclub apresenta-se ao serviço

d) O tão aguardado Clubbing da Casa da Música acontece, e tem por convidados Jazzanova, Balla, Glockenwise, Black Bombaim, Lindstrom, CNTN e Serse

e) No Contagiarte, Porto, abrem-se as portas para Fuego Y Tumbao

f) DJ Ride + Nuno Lopes+ Slimcutz+D-One+Beemonkays animam a noite do Pitch Club, no Porto

g) No Hard Club, Porto, é a III Festa Nuvem Voadora

h) O veterano Rui Vargas assume os comandos dos pratos no Indústria do Porto

Ao longo do fim-de-semana, os viajantes poderão ainda:

1. Assistir ao concerto de Ute Lemper, intérprete do cabaret Berlinense, acompanhada da Orquestra da Gulbenkian, no Auditório da Fundação Gulbenkian

2. Assistir ao teatro "Fim de Festa" do encenador polaco Krystian Lupa, no Teatro Municipal de Almada

3. Ver a apresentação do novo disco dos Clã, "Disco Voador" no Teatro Municipal de Vila do Conde

4. Assistir àpela de teatro "1974" que se estreou no Teatro Nacional de São João do Porto e que vai ficar em cena até 23/01

5. Passar pelo CCB, em Lisboa para ver a exposição dedicada à Banda Desenhada Portuguesa "Tinta nos Nervos - Banda Desenhada Portuguesa".

Sugestões não faltam, logo não há desculpas para não se divertirem! Mas acima de tudo, o maior desejo de Ms. Brown é que SEJAM FELIZES!

Ms. Brown às 19:21

10
Jan 11

No espaço de poucos dias da primeira semana do ano, 3 personalidades conhecidas (umas mais do que outras) do público português faleceram. Duas devido à doença do século, o cancro - o pintor Malangatana e o capitão de Abril, Vítor Alves - e uma assassinada - Carlos Castro.

Ms. Brown ficou chocada com qualquer uma das mortes anunciadas. De uma forma ou de outra eram pessoas públicas, que fizeram algo pela sociedade onde se integravam.

Malangatana era o grande pintor, homem das artes, moçambicano, a que Herman José se referia quando parodiava outra personalidade também desaparecida há pouco tempo, Carlos Pinto Coelho, que tinha uma admiração por África e por este pintor. Foi um pintor que conciliou a cultura indígena com a cultura ocidental colonialista. Teve grande influência cultural e política no seu país e muitas vezes veio a Portugal onde marcou a cultura. Os seus quadros são famosos e retratam o quotidiano moçambicano. Foi uma grande perda para a cultura africana e (também) portuguesa.

Vítor Alves, foi um dos capitães de Abril, talvez o mais diplomático, o mais sensato, o mais ponderado. Esteve na Revolução dos Cravos; integrou o Grupo dos 9; elaborou o Programa do MFA; redigiu o comunicado à nação lido na rádio naquela noite do 25/04/74; fez parte do Conselho de Revolução; foi Ministro sem pasta e com pasta. Enfim, foi uma figura da nossa mais recente história política. Morreu mais um marco histórico.

Por fim, a morte de Carlos Castro. O jornalista da "vida cor-de-rosa". O cronista, crítico, mentor da "Noite dos Travestis" no dia 1/12 para assinalar a Luta contra a Sida, mas também o poeta (sim, a sua carreira começou na poesia quando ganhou um concurso em Angola, seu país natal). Foi, pelo que se sabe uma morte marcada pela violência física, alegadamente perpetrada por um jovem que almejava outros voos - o da fama rápida - e que, aparentemente, pensava ser o Carlos Castro esse meio.

Das três mortes, só uma levantou imenso burburinho, muitos comentários, e muitas opiniões - a do Carlos Castro. Morte polémica como aliás foi a sua vida. Ora, a Ms. Brown, faz-lhe espécie o tipo de comentários que têm sido escritos na internet. Ora uns a defender Carlos Castro, ora outros a defender o jovem que alegadamente o assassinou. Todos, no entender de Ms. Brown descabidos e alguns a roçar a ignorância e boçalidade que ainda grassa neste país retrógrado. Ms. Brown só uma vez se cruzou com Carlos Castro e, do pouco contacto que teve, viu que era uma pessoa afável, até simples, que gostava de conviver com as pessoas. Quanto ao seu lado crítico, mordaz, não reparou, no entanto, era a sua profissão. Se era homossexual, ninguém tinha, ou tem, nada a ver com isso. Se foi para NY com o seu namorado ou pensando que este jovem o era, ninguém tem nada a ver com isso. Agora, dizer-se, como já se disse em alguns comentários, que por ser homossexual estava a pedi-las, ou que teve o que merecia, é chocante, mostra como Portugal continua a ser um país atrasado (o que se reflecte noutras situações). Ninguém sabe o que aconteceu, ninguém pode emitir opiniões, principalmente estas, que se dispensam!

Infelizmente, a morte de Carlos Castro encheu os telejornais, ávidos por escândalos, enquanto que as mortes das outras duas personalidades, foram simplesmente mencionadas - sem directos, sem reportagens sobre a sua vida e obra.

A vida e morte hoje em dia parece só tem valor se estiver associado a um escândalo ou alguma polémica. A vida e morte de pessoas ligadas à cultura/artes, à política ou a alguma actividade de real valor, parece não ter qualquer destaque.

Mal vai um país que distingue as pessoas pelos seus vícios e não pelas suas virtudes!...

 

 

 

Ms. Brown às 11:27

07
Jan 11

Olá caros viajantes! BOM ANO! Ms. Brown espera que tenham aproveitado as sugestões apresentadas na passada semana e que tenham entrado em GRANDE! O ano novo já aí está, já passou uma semana, acabou a época de festas (começou a época de Saldos!) e o 1º fim-de-semana exige a rubrica de Ms. Brown e esta, para não vos deixar mal, e porque bons e velhos hábitos são para se manter, mesmo quando temos um ano novinho em folha pela frente, cá vos deixa as sugestões do que há para fazer este fim-de-semana entre Lisboa e Porto.

Em Lisboa:

a) E strearam 3 peças de teatro: (i) "A Paixão de S. Julião Hospitaleiro", encenada por António Pires, retirada de um conto de Gustave Flaubert que se inspirou numa lenda medieval, com Graciano Dias e Maria Rueff, no Teatro S. Luiz; (ii) "Glória ou como Penélope Morreu de Tédio", inspirada na personagem Penélope da obra-prima de Homero, Odisseia, encenada por Cláudia Lucas Chéu e tendo como protagonista Albano Gerónimo, vai à cena no Teatro Nacional D. Maria II; (iii) "Fala da criada dos Noaille" escrita e encenada por Jorge Silva Melo, com Elsa Galvão, no Teatro da Trindade.

b) Há vários e bons concertos para se assistir: (i) JP Simões, na Galeria ZdB, sexta-feira; (ii) Nurse with wound & Blind Cave Salamander actuam sábado no Teatro Municipal Maria Matos; (iii) Mónica Ferraz (dos Mesa) e André Indiana sobem ao palco do Music Box no sábado; (iv) o fadista Carlos do Carmo acompanhado de Henk van Twillert canta na Academia Almadense, em Almada, no domingo.

c) E em termos de noitada, continua a boa oferta: (i) há Noites Mestiças no Music Box, com Reggae Urbanvibsz e Soundsystem Mwamba Lost, sexta;(ii) Beats and News no Clube Ferroviário, sexta; (iii) Mr. Titsuhirato no Incógnito, sexta; (iv) festa de Nine Years of Sonic Culture, sexta, no Lux; (v) A já famosa Festa da Comuna na 1ª sexta de cada mês; (vi) Vahagn no Lounge, sábado; (vii) João D'Espiney no Bartô do Chapitô, sábado; (viii) Club de Funk, no Clube Ferroviário, sábado; (ix) Trust! no Lux.

No Porto:

a) Dee:na + Sininho dão música no Indústria, sexta

b) Ignition B'day estará no Armazém do Chá, na sexta

c) Mário Laginha, acompanhado pela Orquestra Sinfónica do Porto actua, na sexta, na Casa da Música

d) No Coliseu do Porto, sexta, há Strauss Festival Orchestra e Strauss Ballet Ensemble

e) Na Fundação Dr. Cupertino de Miranda há "Festa do Livro" até ao dia 31 de Janeiro

f) No Trintaeum, sábado, há 2010 Highlights

g) A festa de Nine Year of Sonic Culture, muda-se para a Gare Club,no sábado

h) Na Igreja de Santo António das Antas há Concerto de Reis, sábado

i) No Doo Bop Bar, em Espinho, DJ German toma conta dos pratos, sábado

j) No Indústria, sábado, King Bizz e Paul Day animam os convivas

k) No Armazém do Chá, servem "chá" Ride+X-Acto+Nery+El Cisco Loco, sábado

l) Em Leça da Palmeira, na Doca 1, sábado, The Dixie Boy actua

m) Na Maia, na Tertúlia Castelense, sábado há concerto de The Mean Devils

n) No Coliseu do Porto, sábado estreia o bailado "Lago dos Cisnes".

Ainda que tenham gasto todo o dinheiro na folia "reveillónica"; ainda que queiram gastar todo o dinheiro nos saldos de Inverno; mesmo que não achem estas sugestões interessantes ou que tenham outros programas, Ms. Brown só quer que os seus caros viajantes SEJAM FELIZES!

 

Ms. Brown às 15:07

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
15

16
17
19
20
22

24
25
26
29

30
31


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO