O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

26
Nov 09

Como aqui na chafarica temos um Mr que representa a classe jornalística do burgo, as nove recomendações de José Alberto Carvalho para os jornalistas da RTP que andam metidos nas redes sociais, blogues e afins. Dão que pensar...

 1) Nada do que fazemos no Twitter, Facebook ou Blogues (seja em posts originais ou em comentários a posts de outrem) deve colocar em causa a imparcialidade que nos é devida e reconhecida enquanto jornalista.

2) Os jornalistas da RTP devem abster-se de escrever, "twitar" ou "postar" qualquer elemento - incluindo vídeos, fotos ou som - que possa ser entendido como demonstrando preconceito político, racista, sexual, religioso ou outro. Essa percepção pode diminuir a nossa credibilidade jornalística. Devem igualmente abster-se de qualquer comportamento que possa ser entendido como antiético, não-profissional ou que, por alguma razão, levante interrogações sobre a credibilidade e seriedade do seu trabalho.

3) Ter em conta que aquilo que cada jornalista escreve, ou os grupos e "amigos" a que se associa, podem ser utilizados para beliscar a sua credibilidade profissional. Seguindo a recomendação do "NY Times", por exemplo, os jornalistas - deverão deixar em branco a secção de perfil de Facebook ou outros equivalentes, sobre as preferências políticas dos utilizadores.

4) Uma regra base deve ser "Nunca escrever nada online que não possa dizer numa peça da RTP".

5) Ter particular atenção aos "amigos" friends do Facebook e ponderar que também através deste dado, se pode inferir sobre a imparcialidade ou não de um jornalista sobre determinadas áreas.

6) Enunciar, de forma clara, no Facebook e/ou nos blogues pessoais que as opiniões expressas são de natureza estritamente pessoal e não representam nem comprometem a RTP.

7) Meditar sobre o facto 140 caracteres de um twit poderem ser entendidos de forma mais deficiente (e geralmente é isso que acontece!) do que um texto de várias páginas, o que dificulta a exacta explicação daquilo que cada um pretende verdadeiramente dizer.

8) Não publicar no Twitter ou em qualquer plataforma electrónica documentos ou factos que possam indicar tratamento preferencial por parte de alguma fonte ou indiciem posição discriminatória sobre alguém ou alguma entidade.

9) Ter presente que todos os dados eventualmente relevantes para fins jornalísticos devem ser colocados à consideração da estrutura editorial da RTP, empresa de media para a qual trabalham.

Mr. White às 17:43

23
Nov 09

Os nossos parabéns!! Da gerência do boião e de todos nos nossos viajantes, presumimos. Direccionados ao nosso Mr. Hellmann's e restante família, que cresceu de dois para quatro!

O nosso Mr. Hellmanns's é o pai (muito) babado de uma menina e de um rapaz e por isso deixamos aqui os melhores votos de felicidades aos dois jovens maionésicos, à Mrs. Hellmanns e ao nosso Mr. Tudo de bom, para uma vida que mudou e entrou numa nova fase. Boa, claro!! :)

 

 

Mr. Heinz às 18:09

18
Nov 09

Pois é caros viajantes, a nova Madre Teresa é mesmo cá do burgo. Chama-se Maria do Céu da Conceição e foi eleita ontem Mulher do Ano pelos Emirados Árabes Unidos devido ao seu trabalho humanitário no Bangladesh. O projecto da sua autoria dá pelo nome de Dhaka e tem o mérito de ter retirado 44 famílias dos bairros da lata e de garantir apoio médico e vestuário a nada mais nada menos do que a 605 famílias. A fantástica história desta portuguesa aqui.

Mr. White às 10:17

17
Nov 09

Para os viajantes que estão mortinhos para comprar sacos de cadáver, camas de hospital, computadores portáteis, brinquedos, roupas, sapatos, telemóveis, pranchas de surf, máquinas de lavar ou até mesmo vestidos de noiva (!!!), estejam atentos aos leilões de refugos postais dos CTT. Realizam-se no Campo Grande, no único centro que recebe os objectos que não são reclamados nos CTT. Com uma média mensal de 60 mil objectos não reclamados, entre os 132 milhões que circulam nos correios, o leque de opções é praticamente ilimitado. A base de licitação média é no mínimo tentadora: entre os 5 e os 15 euros. Se os objectos comprados funcionam... isso já é outra questão.

Segundo os CTT, os bens chegam ao centro "depois de tudo ter sido feito" para serem entregues. Mesmo assim, tanto os objectos como as cartas não reclamados ficam durante um determinado período no centro de refugos à espera de serem reclamados: "um mês, três meses ou um ano, consoante se trate de correio normal, azul ou verde".
E no meio disto tudo fica a pergunta: como é que não é reclamada uma cama de hospital???
"Eu comprei esta caminha nos leilões do CTT"
Mr. White às 21:15

Generoso como é, o VM começa hoje a partilhar uma preciosa lista de ferramentas fundamentais para todos aqueles que percepcionam a internet como fundamental para o seu trabalho.

  1. Easy-to-use and secure Internet browser? Firefox
  2. e-Mail system? Gmail
  3. Social bookmarking tool? del.icio.us
  4. Social bookmarking tool with collaborative learning features (groups, forums, etc.)? Diigo
  5. Tool that enables me to capture, visualize, organize and share my bookmarks? SimplyBox
  6. Tool to translate text or a webpage? Google Language Tools
  7. RSS reader? Omea Reader
  8. Online RSS reader? Google Reader
  9. Online Calendar? Google Calendar
  10. Tool to aggregate all my resources, mail, RSS feeds, etc, in one place?Netvibes, iGoogle or Pageflakes
  11. Platform to incorporate all my favorite tools within one environment? Elgg
  12. Learning Management System (LMS)? Easy, Moodle
  13. Hosted LMS? Here are SEVEN!
  14. Tool to assist me in evaluating and selecting a LMS? EduTools
  15. Learning Activity Management System? LAMS
  16. Collaboration tool? Connect with Ning
  17. Social Networking tool? Tricky one! Facebook
  18. Social Learning Network for education? LearnCentral
  19. Tool to create study groups and manage group projects? GroupTable
  20. Tool to keep track of my schoolwork (assignments)?Sosh
Mr. White às 21:11

13
Nov 09

Sam Bell está prestes a cumprir uma comissão de três anos na colónia lunar. Sozinho, aguarda impacientemente que as suas duas últimas semanas de serviço acabem. A única companhia é provida de uma super inteligência artificial, dá pelo nome de GERTY -  uma versão mais simpática do maquiavélico computador HAL de 2001: Odisseia no Espaço - e é o gestor da colónia. Longe da influência humana, Sam vê-se subitamente confrontado com um inesperado problema: existe outro Sam Bell na Lua. É esta a base de um argumento sólido contado sem pressas e com alguns twists bem agradáveis. O realizador e argumentista é nada mais nada menos do que Duncan Jones, o filho de David Bowie. Mas se de Ziggy Stardust não há sinal, foi agradável constatar que Kevin Spacey foi o actor escolhido para dar voz a GERTY, uma aposta ganha num filme que conta com pouco mais de meia dúzia de actores. Leva boa nota do VM.

 

 

Mr. White às 12:45

Foi dia negro para os templários no início do séc. XIV. A história é referida em diversos livros, o que teve maior visibilidade num passado recente foi sem dúvida o "Código de Da Vinci". Resumo do malfadado 13 de Outubro de 1307 aqui. Quanto ao novo de Dan Brown, "O Símbolo Perdido", o VM vai na página 200 (são quase 600 mas os capítulos são mínimos) e está a gostar. Aborda uma vez mais um crime altamente teatralizado, aborda uma vez mais um jogo de gato e do rato com pistas de base histórica e tem uma vez mais o Professor Lagdon como protagonista. Não tem novidades nem em termos de estrutura narrativa nem em termos de argumento mas, tal como os outros, é extramamente viciante. Principal ponto de interesse: associa os pais fundadores dos EUA à maçonaria e a um conjunto de segredos bem guardados no edifício do Capitólio em Washington.

Se calhar não fazemos isto hoje, está frio e desconfio de uma gripe A a instalar-se. 

Eu volto noutro dia.... olhe ali o Bin Laden, apanhem-no a ele!

Mr. White às 11:44

11
Nov 09

A Polícia Judiciária costuma ser criativa com os nomes das suas operações policias. Agora foi mais longe e alargou a sua criatividade ao nome dos arguidos....

Não é que o caso Face Oculta tem um arguido de seu nome José António Chocolate Contradanças?

O VM aproveita e deixa aqui uma análise das consequências dos nomes menos... normais.

Mr. Heinz às 19:25

10
Nov 09

Sem uma única pena branca, o famoso Poupas (ou Big Bird) e companhia chegaram hoje ao seu 40º aniversário. Em Portugal o famoso programa é mais novo, chegou em 1989 pela mão da RTP. O VM confessa que nunca foi fã da série, até porque na altura que a produção chegou ao burgo os interesses já eram outros, mas não pode deixar de elogiar o formato e o trabalho da Google de hoje. Mais sobre a Rua Sésamo aqui.

Mr. White às 14:49

Génio da rádio e do humor, foi com estranheza que o VM registou a "transferência" de Nuno Markl da Antena 3 para a Rádio Comercial. Estranheza não tanto pelo fim daquela que parecia ser uma simbiose perfeita entre "O" animador e a rádio que alegra as manhãs desta humilde chafarica (notícia aqui), mas mais pelo declínio de qualidade de um autor/artista/entertainer que tantas alegrias deu a este modesto Mr. O VM começou a sentir os ventos de mudança quando Markl começou  a fazer a emissão da manhã a partir de casa. Peripécias foram mais que muitas com participações especiais inusitadas do canito de Markl, do aspirador duma eventual empregada e de um registo de pai babado que depressa passou de querido a.... (desculpa Markl) chato. Algures no meio dos bons momentos do costume, registaram-se situações pouco profissionais, alguns palavrões que eventualmente passaram despercebidos à maioria e, seguramente, algum (muito?) cansaço resultante da paternidade. A confirmar este enquadramento surge a pouco conseguida "Talismã FM", um flop carregado de clichés (sim, o VM sabe que era esse o objectivo, o problema é que o formato do programa esgotou-se na primeira semana...) que ficou a anos luz da épica rádio novela "Perdidos no Éter". Pelo meio, um surpreendente afastamento da Playboy (mas quem é que é despedido da Playboy????). E porque o VM apenas exige daqueles cujo trabalho adora (as saudades que o VM tem do homem da conspiração...), acorda Markl, está na hora de voltar a mostrar ao burgo o talento do único Homem que sabe morder o cão.

Mr. White às 11:12

09
Nov 09

Entrou numa fase complicada para substituir o Peseiro quando apenas treinava os juniores. Safou a época e lançou-se como treinador "a tempo inteiro" com resultados interessantes mas longe de brilhantes. Começaram cedo as incompatibilidades de balneário e as ausências de reforços de peso. Sucederam-se os sucedâneos, sendo os mais recentes os ridículos Caicedo (só nos últimos dois jogos os falhanços deste suposto artilheiro custaram ao clube 4 pontos) e Angulo, que de bola percebe pouco. Foi sempre coerente, correcto e procurou dignificar o clube. Devia efectivamente ter saído no final da época passada. Quanto à direcção, essa anedota retalhada, não basta estar solidária com o treinador demissionário e estar presente nos momentos complicados. Devia ter apoiado ao longo das últimas três épocas com investimento, estratégia e visão. Agora... apanhem os pedaços. E por favor não caiam na tentação de voltar a tornar permanente uma solução provisória. Leonel Pontes sim mas só até ao Natal (no máximo dos máximos). Depois venham valores reconhecidos pelo mercado e um treinador capaz de devolver ao Leão a sua glória. Porque o VM está mortinho para voltar a comprar a gamebox de adepto...

Ó Bettencourt, não basta mostrar a unhaca... é tempo de sacar da garra!

Mr. White às 22:10

04
Nov 09

Os viajantes que acompanharam ontem as notícias devem ter reparado que a SIC substituiu o seu habitual Jornal da Noite por um documentário dedicado à corrupção. O documentário travestido de jornal (digam lá que não tinham saudades desta expressão) e apresentado por Rodrigo Guedes de Carvalho deitou por terra o sistema de Justiça do burgo e confirmou o que é do domínio público: o crime compensa. Peça após peça, o pivot escrutinou os casos de corrupção que têm feito a agenda dos Media Nacionais, entrevistou o bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, abordou os recentes casos de corrupção em Espanha, o caso Maddoff e a eficácia dos respectivos sistemas judiciais. E se Maddoff foi despachado em quatro meses e o PP está no lodo devido à "rede Gürtel" e aos diversos afastamentos, suspensões e condenações, em Portugal assistimos de camarote às inconsequências do caso Freeport, do caso dos submarinos e agora do "Face Oculta". Neste enquadramento, um registo positivo que foge ao habitual regime de impunidade: a suspensão de Armando Vara. Por iniciativa própria ou por pressão do Banco Portugal e/ou BCP, o anterior ministro deixa de auferir mais de 30 mil euros mensais devido a uma acusação que  espremida dá qualquer coisa como 10 mil euros. Dado o histórico do senhor e as dezenas de suspeitos e arguidos de corrupção que têm seguido a sua vidinha incólumes é pouco.... mas não deixa de arrancar um sorriso ao VM.

Mr. White às 17:19

03
Nov 09

Antes que seja constituído arguido em mais um processo, o anterior deputado, secretário de estado, ministro e ainda Vice-Presidente do BCP, Armando Vara encontra-se em fase final de selecção do veículo de fuga. Ao que parece só lhe falta escolher a cor...

  

Será que desta vez o caso não vai ser arquivado, como aconteceu em 2000, quando vieram a público alegadas irregularidades referentes à Fundação para a Prevenção e Segurança? Muito interessante o perfil deste bastião de honestidade e credibilidade na wikipédia...

Mr. White às 15:23

02
Nov 09

Para os viajantes casados que acham que os namoros virtuais das redes sociais e do second life não lhe enchem as medidas, animem-se, chegou a nova solução para quem quer "procurar sensações para além do seu parceiro" (não é o VM que diz, é o director desta nova empresa). Chama-se Gleeden e é um site que proporciona uma rede de "contactos adúlteros". Aparentemente é a solução para os que estão mortinhos para dar uma facadinha no matrimónio (ou uma rajada de metralhadora...) e foi desenhado para os europeus. Com 60.000 inscrições em poucos meses, Portugal conta já com 1.500 inscrições. Grandes malucos...

Porque de seta a coisa já não vai lá...

Mr. White às 14:58

De tempos a tempos aparece uma publicação a dizer ao burgo o que está "In" e o que está "Out". No jogo cada vez mais desregrado das tendências, é o Expresso que, desta vez, dá algumas sugestões. Viva o Vinil, a Vespa, o Fiat 500 e o skate longboard.  Cá o VM já tem o Blackberry (trocado ontem por um HTC, que cá o VM não atina com touchscreen), ataca todo o tipo de sushi como se não houvesse amanhã, mas ainda não tem o netbook e o mega skate. O que vale é que o Natal está-se a aproximar... Lista aqui.

Mr. White às 13:09

Novembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
14

15
16
19
20
21

22
24
25
27
28

29
30


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO