O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

30
Jun 09

Foi hoje conhecida a pena para Bernie Madoff, autor da provavelmente maior burla do mundo. No início da crise mundial soube-se que Madoff ficou com o dinheiro dos seus clientes como se não houvesse amanhã. Teve azar, foi apanhado depois de ficar com qualquer coisa como 50 mil milhões de dólares. Dinheiro de particulares, de empresas e até de organizações humanitárias.

Madoff está na casa dos 70 anos e provavelmente não voltará a ver a luz do dia. Pelo menos fora de uma prisão. Mas vai ter tempo para pensar se compensou ser o autor de uma das maiores de mais complicadas fraudes de que há memória.

 

Para quem queira relembrar, o Viajar deixa aqui a forma simples como os senhores da Rua Sésamo norte-americana explicaram a todos o escândalo Madoff.

 

Mr. Heinz às 00:16

26
Jun 09

Esqueçamo-nos do homem e recordemo-nos do músico. Menino bonito da Motown desde tenra idade, depressa se percebeu que o irrequieto Michael Jackson não iria ficar recordado apenas pela sua participação nos Jackson 5, último grupo emblemático da editora antes da aposta em indivíduos como Marvin Gaye, Stevie Wonder e o próprio Michael. O sucesso, no entanto, não foi imediato. Depois de várias tentativas menos conseguidas, foi em 1979, com o lançamento do álbum "Off The Wall" e com o clássico "Don´t stop Till You Get Enough", que Michael encontrou o caminho para o sucesso a solo e se libertou da sombra da antiga banda. Já não era a Motown que estava por trás das operações, havia chegado a era da Epic. Três anos depois e com as bases lançadas, chega "Thriller". E de repente fez-se magia. Um negro invadia a branca MTV (foi o primeiro afro-americano com um videoclip no famoso canal de música) e apresentava-se como a estrela de um filme com mais de oito minutos, com passos de dança alucinantes e com um blusão vermelho que viria a ser um ícone dessa geração. As músicas eram brilhantes, quase todas intemporais e o tempo classificou o projecto, com toda a justiça, como o "álbum mais vendido de sempre" (o único a passar os cem milhões de unidades). Seguiu-se "Bad", o prolongar da sua genialidade e a confirmação que havia um novo Rei no pedaço, o Rei do Pop. A década de 80 foi inteiramente de Michael num reinado incontestado. Acabou em 1991 com "Dangerous", num registo menos interessante mas ainda com boas faixas. Daí para a frente, o silêncio. Fora as peripécias e obsessões pessoais, pouco mais se soube do músico. Lançou dez anos depois "Invincible" e recentemente o álbum comemorativo dos 25 anos de "Thriller". Esgotado o génio, fica o imenso legado, as alegrias sempre que ouvimos os seus clássicos. Desapareceu o homem, fica a lenda num mundo  cada vez mais pobre de mitos.

  E como uma tristeza nunca vem só, Farrah Fawcett, um dos anjos de Charlie originais e um dos maiores sex symbols americanos de todos os tempos, também desapareceu. Marcou os standards de beleza nos anos 80 e abriu caminho para a mulher independente, respondona, com uma rebeldia saudável numa época de transição. Envelheceu lentamente, procurando manter um espírito jovem. Não foi gigante no grande ecrã mas fora dele marcou. Até sempre.

Mr. White às 17:27

25
Jun 09
Nos EUA, dois estudantes universitários de 19 anos com muito, mas mesmo muuuuuuuuito tempo livre decidiram transformar vário clássicos da literatura em "tweets" e organizarem-nos num livro. Dante Aliguieri, James Joyce e William Shakespeare são alguns dos gigantes da literatura cuja obra está a ser resumida. As regras são simples: cada livro terá de ser resumido no número máximo de 20 tweets. Dado que cada tweet não pode ter mais de 140 caracteres, obras com mais de 500 páginas vão ser encolhidas para qualquer coisa como.... 2800 caracteres.
O livro vai ser publicado no Outono pelo grupo Penguin. "Twitterature" é o nome provisório. O jornal britânico The Guardian desenvolve a notícia.

 

Litros e litros de tinta para estes badamecos agora me reduzirem a meia dúzia de linhas....

Mr. White às 12:33

23
Jun 09

No passado fim de semana, a equipa do VM deslocou-se ao norte de Portugal para realizar a despedida de solteiro do nosso querido amigo Mr. White!

A farra foi uma constante e as horas de sono uma feliz ausência!

Entre jantaradas e petiscos (no Camelo em Viana do Castelo, no Álvaro em Valença, numa fantástica esplanada de Moledo e no Capa Negra do Porto), piscinadas no Hotel Meira em Vila Praia de Âncora (com uma excelente relação de preço/qualidade), banhos matinais em águas oceânicas, uma visita à discoteca Gaultier em Vigo (onde um famoso defesa lateral do Real de Madrid não se escapou a pagar uma rodada de champanhe à malta), uma carrinha que depois de 1300km de prego a fundo nunca mais será a mesma, eis a única foto possível, capaz de vos mostrar ao que me refiro:

Ao Mr. White, um grande abraço de felicidades, com o desejo de que a sua maionese nunca o abandone e permaneça sempre saborosa e de boião cheio!

Mr. Hellmanns às 11:23

18
Jun 09

Depois da rejeição da moção de censura apresentada pelo (cada vez menos partido) CDS-PP, o Sr. Engenheiro Joselito rumou à estação de Carnaxide para uma singela entrevista. Sem Ricardo Costa para o exaltar, o PM cá do burgo esteve como peixe na água. Com uma mensagem reflectiva e carregada de (falsa?) modéstia e serenidade, adoptou um registo nada habitual, bastante mais sereno do que utiliza na AR e com os jornalistas. Será esta uma mudança estratégica na sua linha de comunicação? Será que percebeu que os portugueses o acham cada vez mais arrogante e armado ao pingarelho? É possível. O que é certo é que o VM estranhou o registo, parecia que o senhor estava carregado de Xanax... Esteve bem nos seus reparos à Manuela Ferreira Leite (trabalhinho de casa muito bem feito) e em finalmente admitir algum erro. Escolheu o modelo inicial da avaliação dos professores. Podemos gostar dele, podemos detestá-lo, mas que ele é dos melhores na arte da política, isso não há dúvidas. Enfim, soube a pouco. 

Mr. White às 14:34

15
Jun 09

É a nova curta da Pixar, deverá anteceder o aguardado "UP" (obrigado cineblog).

Mr. White às 12:36

14
Jun 09

315 posts e 643 comentários depois, parece que o VM faz um aninho (tecnicamente foi no dia 11 mas como os Mrs. andaram a curtir umas belas férias aqui, aqui e aqui, é celebrado agora). Obrigado a todos os viajantes pelos contributos, renderam várias discussões animadas (por falar nisso, o que é que passa com os comentários? perderam a vontade de teclar neste mui humilde blog?).

Em jeito de rescaldo, breves comentários sobres os acontecimentos da semana:

 Europeias - O PC disse à boca cheia que ganhou e que a conjugação comunicação social/sondagens o prejudicaram, o PP também acha que ganhou e que foi prejudicado pelas sondagens, o BE rejubila com a vitória quase tanto como o PSD. O único que aceita a derrota nas Europeias, e em nada mais, é o PS. mas afinal... o que é que está errado neste filme? 

Aqui o Mister, já a frio e passada uma semana do memorável evento, vê as coisas da seguinte maneira: com 63% de abstenção e com a pior data de sempre para uma votação deste género, o PS jogou com o calendário, tentou dar uma golpada e... fracassou. Para além disso, o Freeport, o tremendo erro de casting na escolha de Vital Moreira e o seu registo peculiar, motivaram os eleitores a dar o cartão amarelo ao governo. As simple as that. Quanto ao PSD e aos bons resultados, desengane-se o viajante que acha que a coisa está bem encaminhada para as próximas eleições. Paulo Rangel esteve bem, poderá até ter sido dos melhores, mas com Manuela Ferreira Leite à frente dos partido, os laranjas não vão ganhar as legislativas. Quanto aos outros partidos, tanto o PC como o PP estão nitidamente a perder terreno (é ridícula a  moção de censura apresentada a escassos meses das eleições, parece um grito de desespero de um partido moribundo) e o BE, sem saber ler nem escrever, é o verdadeiro vencedor destas Europeias, fruto de um eleitorado cada vez mais descontente que assume a extrema esquerda como uma opção válida de protesto (o que vale é que esta esquerda não é assim tão extrema quanto isso..).

Vá lá, agora a sério, andam a brincar a quê então?

 

Cristiano Ronaldo - Antes de mais, como é que numa altura que os clubes de futebol estão todos a contar os tostões, o Real Madrid desembolsa mais de 150 milhões de euros pelo CR e pelo KaKá? isto não é altamente suspeito? A comunicação social não aborda esta questão? Num cenário de crise como o que estamos a viver, seria impensável assistir à construção de uma nova equipa de galácticos. Para surpresa de todos, parece ser exactamente isso o que está a acontecer. Parabéns ao Ronaldo, jogar no Real Madrid é o sonho de qualquer jogador e já sabíamos que estava no plano de intenções do nosso rapaz. Que seja pelo menos tão bem sucedido e acarinhado em Espanha como foi em Inglaterra. Sem ironias.

 

O pic-nic do Modelo e o Top Mais - Foram ambos invadidos pelo Tony Carreira. O VM já não aguenta ligar a televisão e ouvir o refrão "passo a vida a sonhar contigo...". E se é certo que não há coisa mais bela do que leva a cesta do farnel para o campo ao som de um cantor romântico... que o malfadado pic-nic passe depressa, ninguém merece andar com essa música na cabeça...

Mr. White às 22:01

11
Jun 09

Comecemos pela primeira. A Organização Mundial de Saúde deverá declarar hoje o estado de pandemia da Gripe A H1N1, já que a doença já chegou a 76 países e afectou perto de 30 mil pessoas, com quase 150 mortes. A gripe anda aí e parece que em força...

Mas há quem veja a coisa de forma mais.... light. A doença não será motivo de preocupação para alguns e os jogos online não demoraram muito a surgir. O Viajar deixa aqui um exemplo. O objectivo passa por com um único espirro infectar o maior número possível de pessoas num dado cenário.... Star infecting!...

Jogos Miniclip - Sneeze Sneeze

Você é um vírus que infecta outros humanos, fça o seu humano espirrar para infectar outros humanos.

Pratique já este jogo gratuito!!

Mr. Heinz às 12:13

09
Jun 09

Faz hoje 75 anos! Apesar de não parecer, pelo ar bem conservado das suas penas, Donald Fauntleroy Duck, mais conhecido em Portugal, e no Brasil, como Pato Donald, faz hoje, 9 de Junho, 75 anos.

Donald apareceu pela primeira vez ao público em 1934 na história A Galinha Sábia, já com a sua roupa de marinheiro e uma voz esganiçada voz (que pertenceu desde o início a Clarence Nash e até à morte deste, em 1985).

Os três sobrinhos, Huguinho, Zezinho e Luizinho, apareceram em 1937 e a eterna namorada de Donald, Margarida, surgiu em 1940 na história Mr. Duck Steps Out. Mais de 200 filmes e milhares de bandas desenhadas depois, Donald é um dos grandes icons modernos e um simbolo da juventude de muitas pessoas. Hoje comemora 75 anos.

Parabéns! 

 

Mr. Heinz às 21:51

05
Jun 09

A meia dúzia de horas de começar a gozar uns dias de férias (fica aqui a promessa de uma pequena reportagem fotográfica desses dias), mas também a 12horas do fim oficial da campanha para as eleições europeias de domingo, trago-vos aqui duas notas:

1- Confirma-se que durante 15 dias de campanha eleitoral, todos os candidatos falaram quase de tudo menos de EUROPA! Infelizmente nem mesmo os novos movimentos e os novos partidos da esfera politica portuguesa conseguiram (ou quiseram) falar aos portugueses sobre aquilo que defendem para a Europa e de quais os interesses que consideram prioritários serem defendidos em nome de Portugal junto dos orgãos da União Europeia. 

Resumindo: Um deserto absoluto de ideias e de debate!

2- Ao contrário da consideração anterior, chegou a vez de abordar algo de muito positivo: enquanto os políticos "graúdos" ocuparam os últimos 15 dias a esgrimir tricas e laricas, uma estrutura partidária juvenil (JSD Cascais) preocupou-se em sensiblizar os jovens (e não só!) para o voto, publicando e divulgando um vídeo com essa mensagem e defendendo 5 razões para o fazermos! A mensagem é tão simples mas tão importante que se traduz SÓ nisto: o voto não importa em quem mas sim o voto pela sua importância cívica! Trata-se de uma abordagem tão rara que inclusivamente foi abordada num site francês (http://www.rue89.com/europeennes/2009/05/25/en-images-ces-debats-qui-agitent-leurope-en-campagne-23).

Deixo-vos aqui o vídeo e também um forte apelo a que no dia 07, próximo domingo, TODOS exerçam o seu direito ao voto!

Numa altura em que tantos reclamam pelos seus direitos, não percamos a oportunidade de exercermos este! 

 

Mr. Hellmanns às 11:46

04
Jun 09

A série foi um fenómeno nos anos 80. Extraterrestres que chegavam pacificamente à Terra para nos invadir com a sua tecnologia e dizer que havia seres extraterrestres iguais a nós. Ou então não....

A ABC anunciou recentemente que vai fazer um remake da série V, em que os extraterrestres eram répries disfarçados de humanos e vinham explorar os nossos recursos naturais e não apenas vir beber um copo connosco.

A amostra tem uma série renovada, moderna e com uma produção que parece ser em grande, também a julgar pela lista de actores, que conta com nomes como Elizabeth Mitchell (Lost), Morris Chestnut (Bones), Joel Gretsch (The 4400), Lourdes Benedicto (24) ou Scott Wolf (The Nine).

Enquanto não chega em definitivo, o Viajar deixa aqui o preview...

Mr. Heinz às 18:04

03
Jun 09

Para os viajantes mais distraídos, estreou esta semana na SIC a nova pérola da produção portuguesa, o concurso "Salve-se quem puder". O Vm acompanhou (na medida do possível) o primeiro episódio e só pode tecer o seguinte comentário: "brilhante.... para um programa infantil". Com mais uma dupla de apresentadores improváveis (à dupla Pedro Ramos/Carolina Patrocínio junta-se agora Marco Horácio/Diana Chaves), a SIC volta a introduzir um programa low cost, daqueles que se fazem lá por casa,  na sua grelha de programação. "Salve-se quem puder" é uma cópia descarada dos programas japoneses dos anos 90 (ai que saudades do "Takeshi´s Castle") que só faz sentido passar aos fim-de-semana de manhã. No cúmulo do ridículo, os apresentadores falam como se a globalidade do público fosse composta por uma turma do 5º ano, ignorando por completo o facto de estarem a ocupar o slot do prime time. O único ponto de interesse do programa: o comprimento da saia da Diana Chaves.

 É preocupante quando uma estação "reforça" a sua programação desta forma. Para além de dar a entender que está nas lonas, não cumpre minimamente o seu papel ao nível de serviço público e não se apresenta como uma real alternativa. Quatro novelas diárias e concursos duvidosos? Onde é que isto vai parar? Enfim, uma estação quem tem aos domingos um "Fama Show" com a Orsi Feher a falar qualquer coisa que se parece remotamente  com a língua portuguesa não pode ser levada a sério. Lamentável...

 Fica um recuerdo, um "best of" do melhor concurso de todos os tempos (sim, adivinharam, é o Takeshi...)

 

Mr. White às 17:51

02
Jun 09

Muitos parabéns! O Viajar deixa aqui a sua homenagem a um dos mais simples e provavelmente mais populares jogos mundiais: o Tetris. O popular jogo dos blocos faz hoje 25 anos!

Foi inventado pelo russo Alexey Pajitnov, na academia Soviética de Ciências, em Moscovo (sim, o jogo é russo) quando recebeu um desktop Elektronika 60, um computador russo que era a cópia do norte-americano PDP-11. Com o Elektronika 60 nas mãos, Pajitnov começou a escrever programas e das suas programações nasceu o viciante Tetris, numa versão que o próprio definia como simples: "não havia níveis, não havia pontuações. mas começava a jogar e não conseguia parar".

25 anos depois, o Tetris sofreu várias evoluções, com cores, direcções, em 3D e por aí fora.... mas o essencial manteve-se: fazer linhas, encaixar os blocos e perder horas a ver as peças desaparecerem... ou não.

Para quem, queira recordar, o Viajar deixa aqui um pouco do vício online: www.freetetris.org

Have Fun!

 

25 anos de Tetris. Parabéns!

Mr. Heinz às 13:47

As redes sociais e a web 2.0 estão na moda. Aparentemente vieram para ficar e o Viajar não tem nada contra elas, antes pelo contrário. E reconhece mesmo vantagens em alguns tipos de comunicação através destas redes. As agências de comunicação e os órgãos de comunicação social estão a adorar as novas oportunidades.

O que o Viajar ainda não percebeu é qual é o objectivo dos quizz's do facebook. Surgiram timidamente nesta rede social com algumas coisas que até pareciam engraçadas, mas a coisa rapidamente descambou. Os últimos exemplos detectados são, no mínimo, hilariantes: "What Should You Get Pierced?" e "Que personagem és tu no BPN?" .

Como estes há muitos outros quizz's a brotar que nem cogumelos no facebook.

E o Viajar só questiona.... mas há alguém no seu perfeito juízo que queira ser uma personagem do caso BPN??......

De onde veio a moda dos quizz's do facebook?

Mr. Heinz às 13:34

...totalmente dedicado à imolação em directo do presente bastonário da ordem dos advogados, o VM confirma:  o Marinho tem a fruta no sítio. Dá a cara por aquilo que acredita e, independentemente do registo (que não agrada nada ao VM), aparenta ter um espírito reformador. Na argumentação, e já perto do final, acabou, como é hábito, por perder a razão e dar mais um tiro do pé. É o que acontece a quem deixa a emoção falar mais alto. Acusa a ordem de ter um estilo medieval mas dá a ideia de estar a estruturar um feudo. Falou pouco sobre as tais maçãs podres (devia concretizar ao invés de deixar a suspeição no ar) mas demonstrou bem que tem sido, desde o primeiro dia do seu mandato, alvo de um perseguição cerrada via membros da ordem/comunicação social. Do programa de ontem, o VM retira essencialmente duas notas. Uma bastante positiva, a de poder assistir a um debate entre os membros de uma das ordens mais influentes e poderosas do país (tem um orçamento de nada mais nada menos do que 14 milhões de euros) num burgo democrático. A outra nota é particularmente negativa, o VM constata, uma vez mais, que a comunicação social é um meio de referência para lutas de poder e para lavar roupa suja. Ontem só faltou à Fátima Campos Ferreira cantar "água fria na ribeira...". O que vale é que estava lá o bastonário e ex-bastonários para garantir a cantoria.

Mr. White às 09:59

01
Jun 09

O VM começa hoje mais uma... errrr ... rubrica. A Pipoca no Sofá destina-se aos filmes e livros que o VM visita ao longo do mês. Todos eles vão ter nota, vale o que vale. Para dar início à coisa, breves comentários a algumas visitas de Maio. 

 

A Dupla Face da Lei - Com Al Pacino e Robert De Niro a coisa deveria correr bem. Não corre. O argumento não é brilhante e os actores... não brilham. É um policial com tensão qb para ver num daqueles dias em que queremos ver tiros e não estamos muito exigentes.

 

 

 Guerra S.A. - Uma suposta comédia negra com John Cusack, Ben Kingsley e Marisa Tomey em cenário de guerra. Um assassino profissional é enviado para o Turaquistão, um país gerido por uma empresa norte-americana. A ideia é engraçada, o resultado é desastroso. Simplesmente não tem piada.

 

 

A Onda - Na Alemanha, um professor do ensino secundário lança um movimento totalitarista que ganha proporções desmedidas. Inspirado numa história real, o filme revela a fragilidade das nossas convicções na "idade da aprendizagem" e revela, de uma forma assustadoramente real, as consequências do condicionamento, da lavagem cerebral feita por diversos movimentos ao longo dos tempos. A não perder.

 

 

  

Mr. White às 19:07

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

16
17
19
20

21
22
24
27

28
29


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO