O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

03
Jun 11

Caros viajantes, Ms. Brown tem estado arredada do blog e por isso pede desculpas, mas a disponibilidade não tem sido a maior pois o seu trabalho tem-lhe consumido muito tempo. Se por um lado é bom, por outro lado, este pequeno prazer de escrever tem ficado posto de parte.

Apesar de ser sexta-feira, dia da rubrica semanal sobre programação para o fim-de-semana, Ms. Brown não vai apresentar as suas propostas de lazer, falando somente sobre algo importante que vai acontecer este fim-de-semana - as eleições legislativas.

Como mote para o fim-de-semana, Ms. Brown diz que todos os viajantes deverão ir votar, mas em consciência, sabendo o que o seu acto representa para o futuro deste país.

Ms. Brown foi educada para ter consciência política, para se interessar pela política e por isso nunca pensou em não votar, pois para Ms. Brown, mais do que um direito (duramente conquistado!) é um dever cívico. Lá diz o velho dizer "o voto é a melhor arma do povo". É através do voto que o povo tem possibilidade de punir que não o representou da melhor forma, de eleger quem considera ser o melhor representante e de dar o benefício da dúvida quando considera que ainda há coisas para serem feitas e que o tempo não possibilitou que fossem feitas.

As eleições que agora chegam são consequência de uma crise política originada por uma crise económica que tem assolado Portugal. Ms. Brown não usará o blog para apontar culpados por essa crise política e económica, pretende somente chamar a atenção do viajante para a importância das eleições (qualquer uma é importante) e para o facto de a abstenção não ser solução.

Ms. Brown tem plena consciência em que partido vai votar, mas muitas pessoas não estão suficientemente esclarecidas. Por causa de falta de esclarecimentos, de alguma ignorância e alheamento político, muitas pessoas não sabem que as legislativas, ao contrário das presidenciais, não são um voto sobre uma pessoa, mas sim sobre um grupo de pessoas, integradas ou não num partido, que as representarão na Assembleia da República. Estas eleições servem para eleger o poder legislativo, aquele que é inerente à Assembleia da República. O PM será nomeados e o Governo será formado em função dos resultados das eleições para a Assembleia da República. Como é óbvio, caberá, em 1º lugar, ao partido mais votado indicar quem será o PM e daí formar Governo, no entanto, poderá acontecer que o partido mais votado não tenha condições para governar sozinho, porque o número de deputados eleitos para a Assembleia da República respeitante aos outros partidos pode suplantar o n.º total de deputados do partido mais votado. Então, terá de se verificar se o partido mais votado tem condições para se coligar com outro partido ou se, por exemplo, todos os outros partidos se coligarão, cabendo, neste caso ao Presidente da República verificar quem tem condições para formar Governo.

As legislativas, assumem, assim, grande importância por causa destes cenários. O voto serve para termos os nossos representantes na Assembleia da República, que trabalharão, em teoria, tendo em atenção os interesses daqueles que neles votaram. Muitas vezes, é mais importante ter um n.º considerável de deputados na Assembleia da República do que ganhar as eleições e formar Governo. Daí que partidos mais pequenos como CDU, BE ou CDS lutem para terem maior n.º de deputados ao invés de lutarem para formar Governo. Estas eleições são assim um momento-chave para o futuro do país.

Domingo é dia de eleições, por isso, caros viajantes, votem, vão às urnas, apresentem as vossas queixas através do voto, digam quem pretendem que vos represente, castiguem quem acham que merece ser castigado, façam a vossa justiça, mas votem... e SEJAM FELIZES!

 

Ms. Brown às 10:59

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
21
22
23
24
25

26
27
29
30


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO