O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

27
Jan 11

Este bem que podia ser o mote para um filme, cujo local principal fosse Portugal e Alice, a personagem principal, podia ser qualquer um de nós!

O ano ainda é novo, começou há 27 dias, mas broncas têm sido sucessivas e, crê Ms. Brown, que devem rondar a média de uma por dia!

Sempre que lê as parangonas dos jornais, Ms. Brown constata que há sempre uma bronca nova a rebentar, um escândalo novo, e quase sempre ao nível da política governativa.

Vejamos as broncas:

1. Eleições - Hoje, é notícia no jornal que a bronca dos cartões de cidadão e n.º de eleitor nas passadas eleições presidenciais é tanto maior quanto o facto de ter sido feito, no passado mês de Agosto, ou seja, há 6 meses atrás, um aviso para a Direcção-Geral da Administração Interna para enviar a quem fosse detentor de um cartão de cidadão um aviso com o novo n.º de eleitor e a freguesia onde deveriam votar!

Ora, nem o aviso foi feito atempadamente, como nunca foi feito!

2. Computadores Magalhães - o Governo e o 1º Ministro Sócrates andaram a vangloriar-se do seu "menino" o computador Magalhães e até "venderam" a ideia à Venezuela e ao "amigo" Chavez. Hoje, sabe-se que a Comissão Europeia decidiu que houve violação do direito comunitário quer ao nível da concepção técnica quer ao nível do procedimento de adjudicação directa. No entanto, mandou arquivar o processo, uma vez que Portugal garantiu que ia corrigir as violações.

Mas, se a finalidade do computador Magalhães era a de chegar aos alunos do ensino básico de 1º ciclo (e, salvo erro, do 2º ciclo), ainda há muito caminho para trilhar, pois sabe-se que nem todos tiveram direito ao computador, apesar do preenchimento das condições impostas!

Fernão Magalhães, em quem se inspiraram os criativos governativos para apelidar o computador, deve estar a dar voltas (de circunvalação) na tumba!

3. Subsídios às escolas particulares - o Governo cortou com os subsídios às escolas particulares, que permitiam a estes estabelecimentos de ensino receber os alunos do ensino público que não tinham vaga nos estabelecimentos públicos. Esta atribuição de subsídios já dura há mais de 20 anos (Ms. Brown foi uma das "contempladas" na sua altura, pois estudou num colégio porque não teve vaga no ensino público), mas agora o Estado corta a eito o subsídio, mas não corta o envio dos alunos! As escolas privadas, com este corte, estão sem condições para suportar o custo de um aluno do ensino oficial, pelo que muitas delas vão ter de encerrar com as inerentes consequências sociais (desemprego de professores, auxiliares técnicos...).

4. Escolas do ensino público sem condições - por outro lado, das escolas do ensino público que ainda se encontram em funcionamento (recorde-se que muitas encerraram), algumas não têm as condições mínimas para a leccionação das matérias. É o que sucede com a Escola Secundária Camilo Castelo Branco em Vila Real que hoje foi encerrada pelos alunos porque não tem aquecimento! Em Vila Real, Trás-os-Montes, têm-se verificado temperaturas negativas! Os alunos, de manhã, não conseguem sequer escrever ou manterem-se concentrados. Sendo o ensino a base da nossa vida, não seria de se investir mais nas escolas?

5. Os blindados da Cimeira da Nato e o submarino Trident - esta é mais uma bronca do Ministério da Administração Interna, em conjunto com o Ministério da Defesa. A cimeira realizou-se e os blindados não chegaram a tempo e agora anda tudo a ver de quem é a culpa. O submarino Trident foi comprado, em 2ª mão, e já trazia defeito! E a culpa morre solteira...

6. E para não cansar mais os viajantes, Ms. Brown enumera neste ponto todas as outras broncas: Caso "Casa Pia" e as declarações de Carlos Silvino; casos BPN e BPP; caso Face Oculta; o aumento das taxas da Direcção-Geral da Saúde; os cortes de 5% nos salários, previstos no Orçamento de Estado e a sua legalidade, etc...

Sem dúvida que Portugal anda à deriva, sem rumo definido, sem timoneiro de pulso firme que pegue no leme deste barco e o navegue pelo meio da tempestade, enfrentando demónios e monstros marinhos, como fez Vasco da Gama, cuja aventura foi tão magnificamente relatada por Luís Vaz de Camões!

É um país de broncas este que tão pateticamente se intitula como "the west coast of Europe"!

É caso para dizer como Jorge Palma, "Ai Portugal, Portugal, do que é que tu estás às espera?"...

Ms. Brown às 15:26

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
15

16
17
19
20
22

24
25
26
29

30
31


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO