O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

23
Jan 11

Há quem veja o acto eleitoral como algo muito importante; há quem sinta que é um dever a cumprir; há quem se orgulhe de poder votar, pois é um direito conquistado; há aquelas senhoras que emperaltam todas para ir votar; há as famílias inteiras que se deslocam com as crianças histéricas por sentirem que aquilo até é importante; há quem vá por ir; há quem vá esclarecido; há quem vá cheio de dúvidas, mas com a certeza que tem de votar; há quem sabe em quem não quer votar; há quem quer votar nulo e mostrar a sua opinião sobre isto tudo; há quem, na incerteza, vote em branco; há quem não vá votar, uns porque estão longe de casa, outros porque simplesmente não querem saber e pensam que nada muda.

Ms. Brown vota sempre, porque pensa que o acto eleitoral é importante, porque sente que é um dever a cumprir e porque se orgulha de poder ter esse direito.

Hoje, dia de eleições, Ms. Brown não agiu de forma diferente. Votou em consciência, com pleno conhecimento do candidato em que votou; lutou contra o frio, contra as filas (!!!) e depositou o seu voto na urna. Se vai mudar o estado de coisas? Não sabe... mas sabe que pelo menos tem a consciência tranquila de um dever cumprido (mais um) nesta sociedade em que nos integramos.

Infelizmente, nem todos pensam assim, e não vão votar; outros, até querem votar, mas, depois dos entraves burocráticos não o conseguem fazer. É o que está a acontecer hoje! Lamentavelmente, o "simplex" do cartão de cidadão, complicou tudo! A pessoas com cartão de cidadão estão a viver um pequeno drama!Depois da fila para votar, e porque pensam que o número de eleitor que tinham se mantém o mesmo, quando chegam à mesa, são informadas que afinal já não é aquele número e que terão de ir à delegação da Junta de Freguesia para saber o novo número. Sucede, porém, que na delegação da Junta de Freguesia há uma fila encorme e infelizmente e na generalidade dos casos, a fila está na rua, o que, com este frio, não ajuda. As pessoas, assim, acabam por ir embora. Isto foi o que Ms. Brown presenciou no local onde votou, mas ao ler as notícias, parece que é geral ao país! Mais uma trapalhada! É verdade que as pessoas poderiam ter tratado disso antes das eleições, mas o que é facto é que isto era desnecessário! Depois, os senhores da política, admiram-se com a abstenção!

Ms. Brown espera que a abstenção não seja muito elevada e que os portugueses demonstrem a sua vontade de marcar uma posição e que aceitem os resultados. Isso é Democracia...

Ms. Brown às 16:52

Janeiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
15

16
17
19
20
22

24
25
26
29

30
31


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO