O Blog da Escorregadela intelectual (versão 2.0)

08
Jun 10

Ms. Brown junta-se às vozes das pessoas que, como ela, estão a pontos de colocar uma bomba na GALP pela triste ideia da vuvuzela!

Desde que se soube que a selecção dos "Navegantes" vai ao Mundial, é ver o povo alegre com a maldita vuvuzela na mão (ou na boca) a produzir um som tipo o do elefante e a fazer a maior poluição sonora de sempre!

Mas porquê??!!

Os senhores do marketing da Galp lá pensaram que, como vamos para a África do Sul, era giro imitar os fãs africanos de futebol que usam estas cornetas para apoiar os seus jogadores.  Mas, se o campeonato é na África do Sul, a milhares de km de distância deste pequeno país à beira-mar plantado, porque raio temos nós de levar com as vuvuzelas?!! Acaso os senhores do marketing estavam a pensar que as vuvuzelas se iriam fazer ouvir na África do Sul?! ... infelizmente só se ouvem em Portugal e, para grande infelicidade minha, ao pé da minha casa, principalmente ao domingo de manhã!!!

Culturalmente a vuvuzela não faz parte da nossa história futebolística; a maior parte das pessoas nem sequer sabe a origem da palavra ou porque é que este instrumento de sopro aparece associado ao futebol. Os senhores do marketing também não quiseram saber disso... só se importaram em ir buscar um sul-africano para o anúncio publicitário e cá vai disto que temos de fazer o povo feliz e isto só lá vai com muita barulheira!!!

Para os que não sabem "vuvuzela" provém da palavra zulu "fazer barulho" e "vuvu" é onomatopeia para o som que faz quando se sopra. Este instrumento tornou-se popular nos anos 90 e foi trazida para o mundo do futebol por um adepto fanático da equipa de futebol sul africana Kaizer Chiefs (não confundir com o grupo de música), popularizando-se posteriormente nos jogos de futebol dos campeonatos africanos, no entanto muita polémica tem criado, pois muitas são as pessoas que a consideram como desestabilizadora e desconcentradora dos jogadores de futebol pelo barulho que produz!

Ora, se até no país de origem causa polémica, porque raio os portugueses tinham de ir buscar esta triste ideia?!

Ms. Brown confessa que até gostava das campanhas da Galp... em 2004, com o Euro em Portugal, a música do anúncio que se tornou um hino da selecção e de todos nós, foi a melhor coisa que podiam ter inventado; o slogan "energia positiva" também teve forte sucesso... mas a "vuvuzela"?! POR AMOR À SANTA!

Por isso, Ms. Brown faz um apelo à nação: por favor deitem as vuvuzelas fora! Para apoiar a selecção não é necessária tanta poluição sonora e, crianças, lamento desiludi-las, mas da mesma forma que não existe pai natal, o som da vuvuzela não vai ser ouvido pelo Simão nem pelo Nani...

 

 

 

Vuvuzela braco.jpg
Ms. Brown às 09:39

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
14
17
19

22
25
26

27
28
30


Posto de Escuta
pesquisar neste blog
 
Conta-gotas
Website counter
blogs SAPO